20.5 C
Brasília
quinta-feira, maio 23, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Mais 55,3 mil famílias de Minas Gerais podem receber gratuitamente nova parabólica digital

    Mais de 70 mil famílias de Minas Gerais fizeram a substituição da antena parabólica antiga pela nova parabólica digital, por meio da Siga Antenado. Agora, a entidade inicia uma nova fase de atuação, abrindo agendamento para a instalação do kit em mais 168 municípios mineiros, com previsão de beneficiar cerca de 55,3 mil lares. Entre as novas cidades com agendamento aberto, estão: Abadia dos Dourados, Campanário, Carmo do Rio Claro, Capitão Enéas, Delfinópolis, Entre Rio de Minas, Grão Mongol, Jequitaí, Lagoa Dourada, Muzambinho, Tarumirim, entre outros.

    A Siga Antenado é uma entidade criada por determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para apoiar a população na migração do sinal da banda C para a banda KU. Os pré-requisitos para receber a sua parabólica digital gratuitamente é ser beneficiário de algum programa social do governo federal, por meio do CadÚnico, e ter uma parabólica tradicional instalada e funcionando.

    A substituição é necessária porque, em breve, o sinal da parabólica tradicional vai deixar de funcionar. Isso significa que quem não fizer a substituição ficará sem assistir à TV.

    Serviço

    Para saber se tem direito ao benefício e agendar a instalação, é preciso acessar o site sigaantenado.com.br. No lado direito e no alto da tela, clique no botão “Programa de Distribuição de Kit” e informe o NIS (Número de Identificação Social) ou CPF. Se o agendamento já tiver começado em sua cidade e seu nome estiver na lista, é só preencher um questionário para que equipe da Siga Antenado verifique se está apto a fazer receber o benefício. Outra opção é ligar para o ligar para 0800 729 2404, número que também funciona como WhatsApp.

    O próprio beneficiário define a melhor data para receber, em casa, o técnico, que apenas confere a documentação do morador antes de fazer a substituição da parabólica tradicional pela nova parabólica digital. Ele não solicita dados bancários, nem exige pagamento pela instalação do kit digital, que contém a antena, o receptor e o controle remoto já com as pilhas. O aparelho antigo fica com o morador.

    “É muito importante que as pessoas procurem nossos canais de atendimento o quanto antes para saber se têm direito ao kit gratuito e agendar a substituição da parabólica antiga pela nova parabólica digital”, alerta o CEO da Siga Antenado, Leandro Guerra. “Além da imagem de melhor qualidade e som perfeito, a troca dos equipamentos é a garantia de evitar o risco de ficar sem TV quando o sinal da parabólica tradicional for desligado”.

    Novos municípios com agendamento aberto na atual fase de atuação da Siga Antenado:

    Abadia dos Dourados;
    Acaiaca;
    Açucena;
    Alfredo Vasconcelos;
    Alvinópolis;
    Antônio Dias;
    Antônio Prado de Minas;
    Araújos;
    Arceburgo;
    Bandeira do Sul;
    Barão de Monte Alto;
    Barra Longa;
    Bom Jesus da Penha;
    Bonfinópolis de Minas;
    Borda da Mata;
    Botelhos;
    Braúnas;
    Cabo Verde;
    Caiana;
    Caldas;
    Campanário;
    Campestre;
    Campina Verde;
    Campo Florido;
    Capela Nova;
    Capetinga;
    Capinópolis;
    Capitão Andrade;
    Capitão Enéas;
    Caranaíba;
    Carmo do Rio Claro;
    Casa Grande;
    Cássia;
    Central de Minas;
    Chapada Gaúcha;
    Claraval;
    Claro dos Poções;
    Comendador Gomes;
    Conceição da Aparecida;
    Conceição do Pará;
    Congonhal;
    Coroaci;
    Córrego Novo;
    Cristiano Otoni;
    Delfinópolis;
    Descoberto;
    Desterro de Entre Rios;
    Dionísio;
    Divino das Laranjeiras;
    Divinolândia de Minas;
    Divisa Nova;
    Dom Bosco;
    Dom Cavati;
    Dores de Campos;
    Doresópolis;
    Douradoquara;
    Entre Rios de Minas;
    Estrela do Sul;
    Eugenópolis;
    Faria Lemos;
    Ferros;
    Formoso;
    Francisco Dumont;
    Galiléia;
    Gonzaga;
    Grão Mogol;
    Grupiara;
    Guaraciama;
    Guaranésia;
    Guarará;
    Iapu;
    Ibiraci;
    Ibitiúra de Minas;
    Iguatama;
    Inconfidentes;
    Ipiaçu;
    Iraí de Minas;
    Itacambira;
    Itambé do Mato Dentro;
    Itamogi;
    Itanhomi;
    Itapagipe;
    Itapecerica;
    Jacuí;
    Jeceaba;
    Jequitaí;
    Jequitibá;
    Joanésia;
    Juruaia;
    Lagoa Dourada;
    Lamim;
    Leandro Ferreira;
    Mar de Espanha;
    Maravilhas;
    Maripá de Minas;
    Medeiros;
    Mendes Pimentel;
    Mesquita;
    Mirabela;
    Monte Santo de Minas;
    Morro do Pilar;
    Muzambinho;
    Nacip Raydan;
    Natalândia;
    Nova Módica;
    Nova Resende;
    Onça de Pitangui;
    Pains;
    Papagaios;
    Passa Tempo;
    Patis;
    Patrocínio do Muriaé;
    Peçanha;
    Pedra do Indaiá;
    Pedrinópolis;
    Pequi;
    Perdigão;
    Perdizes;
    Pescador;
    Piedade dos Gerais;
    Pimenta;
    Pingo d’Água;
    Pirajuba;
    Planura;
    Prados;
    Queluzito;
    Ressaquinha;
    Riachinho;
    Rio Doce;
    Rio Espera;
    Rio Novo;
    Rochedo de Minas;
    Romaria;
    Salto da Divisa;
    Santa Cruz de Minas;
    Santa Efigênia de Minas;
    Santa Juliana;
    Santa Maria de Itabira;
    Santa Maria do Salto;
    Santa Rita de Caldas;
    Santana de Pirapama;
    Santana do Riacho;
    Santo Antônio do Monte;
    Santo Antônio do Rio Abaixo;
    São Brás do Suaçuí;
    São Félix de Minas;
    São João da Lagoa;
    São João do Oriente;
    São José da Safira;
    São José do Divino;
    São José do Goiabal;
    São Pedro da União;
    São Pedro dos Ferros;
    São Roque de Minas;
    São Sebastião do Rio Preto;
    São Tomás de Aquino;
    Sardoá;
    Senador Cortes;
    Senador José Bento;
    Senhora de Oliveira;
    Sobrália;
    Tarumirim;
    Tocos do Moji;
    Tombos;
    Tumiritinga;
    Uruana de Minas;
    Urucuia;
    Virgolândia.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES