20.5 C
Brasília
domingo, abril 14, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Bonfinópolis de Minas está em 2530ª posição no ranking de cidades sustentáveis

    Para identificar as virtudes e as fragilidades do no cumprimento dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Organizações das Nações Unidas (ONU), o Brasil se tornou o primeiro país do mundo a avaliar os avanços e os retrocessos da Agenda 2030 da ONU, com o lançamento do Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR). A ferramenta reúne indicadores e dados dos 5.570 municípios brasileiros.

    O Município de Bonfinópolis de Minas é o número 2.530 na classificação geral do levantamento, com 47,4 de 100 pontos. Diferente do primeiro colocado, São Caetano do Sul (SP), até agora o município mineiro não atingiu nenhum dos dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Organizações das Nações Unidas (ONU). O município paraense de Santana do Araguaia, situado no extremo sul do estado está em última posição no ranking.

    O índice possibilita uma visão geral e integrada das cidades brasileiras em cada um dos objetivos. A ferramenta também conta com mapa interativo, análise individual de cada município e um ranking entre cidades, estados e regiões em relação ao nível de desenvolvimento sustentável.

    Bonfinópolis de Minas precisa superar grandes desafios em 9 dos 17 objetivos da Agenda 2030 da ONU. São eles:

    Erradicar a pobreza

    Erradicar a fome

    Promover educação de qualidade

    Igualdade de gênero

    Reduzir as desigualdades

    Produção e consumo sustentáveis

    Ação climática

    Paz Justiça e Instituições eficazes

    Além de proteger a vida marinha (Esgoto tratado antes de chegar ao mar, rios e córregos)

     

    Tabela 1

    Clique aqui e acesse os dados de todos os municípios

    O levantamento trouxe maior clareza do tamanho dos desafios e do quanto o país está atrasado em relação às necessidades básicas da população, do meio ambiente e nos demais setores, que, equilibrados, proporcionam sustentabilidade e evitam sérios problemas como a fome, a pobreza e o desemprego. Universidades e Institutos de Pesquisa podem contribuir para o alcance de bons índices sustentáveis e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) se coloca à disposição de prefeitos para ajudar a melhorar os índices por meio da ciência.

    Outro ponto fundamental para a melhora nos números, é conscientização e a participação dos cidadãos.

    A ferramenta foi criada por meio de um trabalho conjunto entre o Instituto Cidades Sustentáveis (ICS) e a SDSN (UN Sustainable Development Solution Network).
    A iniciativa foi estabelecida dentro da própria ONU para mobilizar conhecimentos técnicos e científicos no apoio de soluções em escalas locais, nacionais e globais. O trabalho conta, ainda, com o apoio do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e financiamento do Projeto CITinova.

    A apresentação do Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR) foi feita no último dia 8 de julho, em São Paulo (SP), durante a abertura da primeira edição do Fórum de Desenvolvimento Sustentável das Cidades.

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles