20.5 C
Brasília
domingo, abril 14, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Cemig alerta contra golpes nos pagamentos das faturas de energia via PIX

    O sistema de pagamentos via PIX chegou em 2020, revolucionou o sistema financeiro do Brasil e, rapidamente, caiu no gosto da população. Segundo dados do Banco Central, há mais de 130 milhões usuários cadastrados no sistema. Logo, em maio de 2021, a Cemig adotou o meio de pagamento para facilitar a rotina de clientes. Atualmente, a companhia recebe o pagamento de mais de 600 mil faturas de energia via PIX todo mês.

    Mas, apesar de a modalidade ter facilitado as transações, tornando o procedimento mais rápido e efetivo, o método tem sido mais um alvo para golpistas.

    Hoje, as fraudes mais comuns que envolvem o sistema PIX são os boletos falsos, ligações de falsos atendentes bancários, clonagem de WhatsApp e QR Codes falsos. Além disso, o roubo de celulares também tem sido frequentemente usado para roubo de dados e transferências pelos criminosos, segundo dados das autoridades.

    Atenção

    Para alertar clientes, a Cemig destaca golpes utilizando PIX envolvendo as faturas de energia. Wellington Cancian, gerente de Recuperação de Receita da Cemig, dá dicas para o cliente verificar a origem da fatura de energia.

    “Caso o cliente sinta que pode estar caindo em um golpe, o primeiro passo é entrar em contato com a empresa para apurar a legitimidade da cobrança. Uma das opções mais simples é verificar a conta devida utilizando o Whatsapp da companhia, por meio do número (31) 3506-1160. Outra possibilidade é pelo Cemig Atende Web (atende.cemig.com.br). O cliente também pode entrar em contato com o telefone 116, que funciona 24 horas e verificar a veracidade do débito”, orienta o gerente.

    Segurança

    Para realizar o pagamento da conta de energia por meio do PIX, utilizando a fatura física, basta o cliente fazer a leitura do QRcode com a câmera do celular e pagar a fatura pelo aplicativo do seu banco. O QRCode está presente no campo “Reaviso de contas vencidas/ Débitos anteriores” da conta ou ao lado do código de barras tradicional.

    As segundas-vias das contas emitidas nos canais de atendimento também disponibilizam a opção para pagamento via PIX. Caso o cliente deseje pagar dessa forma e a fatura física ainda não possua a opção, basta solicitar a segunda-via digital por meio do Cemig Atende Web (atende.cemig.com.br) ou pelo WhatsApp (número 31 3506-1160).

    Se o cliente optar por utilizar o aplicativo Cemig Atende, há mais uma facilidade: pelo aplicativo, além da fatura digital com o QRCode PIX, existe a opção “Copia-Cola” do código PIX para permitir o pagamento em seu banco digital de preferência, sem a necessidade de utilização da câmera do celular.

    Confira

    Em todas as opções, antes de concluir o pagamento, o cliente deve conferir os dados que aparecem no cadastro: o nome da Cemig como beneficiário, juntamente com o mesmo CNPJ impresso na fatura de energia.

    Confira outras dicas contra golpes com PIX:

    – Antes de transferir ou pagar, verifique a identidade de quem está solicitando o PIX. Se desconfiar da mensagem, não conclua a operação. Principalmente em casos de amigos que estão em suposta dificuldade financeira;

    – Os aplicativos estão cada vez mais simples de usar, ao mesmo tempo em que os usuários estão mais desatentos. Por isso, preste bastante atenção antes de clicar para confirmar uma operação e confira todos os dados;

    – Ainda não está acostumado a fazer PIX? A dica é fazer testes com amigos e familiares de confiança que já utilizam a tecnologia para treinar as etapas. Nesse caso, vale pedir o dinheiro de volta, pois o processo não envolve nenhum custo para quem envia e recebe;

    – Não clique em links recebidos por e-mail, mensagens de SMS, WhatsApp, redes sociais que direcionam a cadastros de chaves PIX;

    – Cadastre suas chaves PIX no canal oficial do seu banco ou fintech. Você pode usar seu número de CPF, de telefone, e-mail ou outro número aleatório para criar as chaves;

    – A confirmação da criação da chave PIX nunca vem por ligação ou link. Após o cadastro, o BC envia o código por SMS ou e-mail, apenas.

    – Não faça transferências para pessoas conhecidas sem antes confirmar por chamada telefônica ou pessoalmente. Lembre-se que o WhatsApp do solicitante pode estar clonado.

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles