20.5 C
Brasília
terça-feira, maio 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Igam publica ‘Panorama das Águas de Minas Gerais 2023’

    O Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) publicou neste mês o “Panorama das Águas de Minas Gerais 2023”, que apresenta dados da gestão e da situação dos recursos hídricos no estado. O volume substitui a publicação da “Gestão e Situação das Águas de Minas Gerais”, que vinha sendo editada pelo Igam desde 2013. O acesso é livre e pode ser feito por meio do Portal Infohidro.

    A assessora de Programas, Projetos e Pesquisa em Recursos Hídricos do Igam, Camila Lacerda, explica que esse compilado vem se tornando uma referência técnica importante para o acompanhamento da gestão dos recursos hídricos em Minas. Segundo ela, a nova versão traz as informações de forma mais concisa e direta.

    “Nesta fase, queremos entregar uma publicação mais dinâmica que deve migrar, em 2024, para uma plataforma interativa e que permita atualizações constantes”, explica.

    Colegiados

    O Panorama das Águas destaca, em 2023, a posse dos novos membros do Conselho Estadual de Recursos Hídricos de Minas Gerais (CERH-MG) que irão atuar na plenária e nas câmaras técnicas no biênio 2023-2025. No total, são 240 vagas de titulares e suplentes ocupadas por representantes de órgãos públicos estaduais e municipais, do setor produtivo e da sociedade civil.

    Os Comitês de Bacias Hidrográficas do Estado também passaram por eleições globais. Outro destaque é a fusão de quatro comitês, que resultou na redução do número de CBHs de 36 para 34. “O objetivo é otimizar a gestão descentralizada das águas, com a redução dos custos administrativos na estrutura dos comitês e ganho com o fortalecimento da gestão no território”, explica o diretor-geral do Igam, Marcelo da Fonseca.

    Órgãos executivos

    Em 2023, foi publicado o Decreto nº 48.706/2023, que dispõe sobre a nova organização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). Entre as novidades, está o licenciamento ambiental, que retornou à Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), e o Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), antes vinculado à Feam e que agora integra a Subsecretaria de Fiscalização Ambiental da Semad. A fiscalização também ganhou novas subdivisões, com a Superintendência de Inteligência e a implementação das unidades regionais de fiscalização.

    No Panorama das Águas, os leitores também poderão conferir a situação dos instrumentos de gestão da política hídrica no estado, com destaque para a revisão do Plano Estadual de Recursos Hídricos executada pelo Igam e com previsão de conclusão para 2025.

    Além disso, o volume traz os programas e projetos desenvolvidos pela Semad e Igam relacionados à agenda hídrica no Estado, como o Plano Mineiro de Segurança Hídrica (PMSH), que teve a sua execução iniciada em agosto de 2022, com previsão de entrega em abril de 2024.

    Os leitores também podem acompanhar a qualidade da água superficial e subterrânea, os usos da água, as áreas de conflitos e de restrição e controle, além da fiscalização e cadastro de barragens.

    Ao final do documento, diretores do Igam ainda elencam alguns dos principais desafios e zonas críticas da gestão hídrica em Minas.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES