20.5 C
Brasília
domingo, maio 19, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Secretaria de Saúde de Bonfinópolis de Minas intensifica ações de combate à Dengue

    Entre o conjunto de ações está programado para a próxima sexta-feira (31), um mutirão de limpeza, concentrado em três pontos da cidade

    Anúncios em carro de som, visitas de agentes de saúde, mobilização por meio de redes sociais, entre outras ações não estão sendo suficientes para conscientizar a população de Bonfinópolis de Minas de que o combate ao mosquito Aedes Aegypti, que transmite as doenças Dengue, febre Chikungunya, Zika Vírus e a Síndrome de Guillain-Barré é responsabilidade de todos. O município com pouco mais de 6 mil habitantes já registrou 38 casos confirmados da doença em 2019. Um número considerado epidêmico.

    Pensando em intensificar ainda mais os trabalhos e alertar os moradores, a Secretaria Municipal e a Vigilância em Saúde do município iniciaram, nesta quarta-feira (29), um projeto envolvendo alunos, as famílias dos estudantes e profissionais da Educação.

    A coordenadora epidemiológica, Laurianny Tavares explica que o Projeto de Intervenção, Combate e Prevenção ao Aedes Aegypti tem o objetivo de evitar óbitos, porque o número de casos aumenta a cada semana. “O número vem crescendo muito e a gente quer fortalecer a articulação com a população e os serviços públicos. Só nós da Saúde, agentes de endemias não consegue. Sem a população ajudando no enfrentamento da Dengue é impossível combater o mosquito no município”, disse.

    IMG 5643
    Distribuição de orientações aos pais dos alunos. Foto: Ana Paula Oliveira

    A divulgação começou pela manhã na Escola Municipal João Luiz dos Santos, no Bairro Brasilinha e à tarde foi a vez dos alunos da Escola Municipal Dercílio Duarte Melgaço ouvirem as orientações da coordenadora e do coordenador de Vigilância em saúde, Orlando Brandão. Alunos do Centro de Educação Continuada Esméria Maria do Carmo, o Cesec também irão receber a visita e as orientações dos coordenadores.

    Entre o conjunto de ações está programado para a próxima sexta-feira (31), um mutirão de limpeza, concentrado em três pontos da cidade. Segundo os coordenadores, o trabalho será feito por agentes de endemias, profissionais da educação e do Cras (Centro de Referência de Assistência Social). “O mutirão será divido em três etapas: conscientização, limpeza nas ruas e lotes vagos e a retirada de entulhos nas residências, solicitada por moradores”, explicou, a coordenadora. A concentração dos grupos será na praça da Escola Dércilo Duarte, Rodoviária e PSF,s da Brasilinha e Vandeir José Brandão, às 7h30.

    Participação e Premiações

    Durante a apresentação do projeto nas escolas foram distribuídos folhetos para as crianças  levarem para os pais. “Os alunos vão recolher itens, que possam ser foco da proliferação do mosquito (garrafas, tampas, pneus, qualquer lixo que acumule água, colocar no saco e levar para a escola. Cada item vale um ponto. Quem fizer mais pontos vai concorrer a prêmios como lápis, borracha, brinquedos e cadernos. Quem recolher mais itens e tiver mais pontos vai receber R$ 150, no 1º lugar, R$ 100, no 2º lugar e R$ 50 no 3º. Cada escola vai receber e distribuir R$ 300 em prêmios em dinheiro.

    Em casa, os moradores também serão premiados se cuidarem bem do próprio quintal. Durante as visitas de inspeção, os agentes de endemias vão classificar os moradores. A Prefeitura comprou itens como secador, chapinha, liquidificador e ferro elétrico para premiar os moradores que colaboram no combate à Dengue. “Por exemplo: o agente de endemias visita sua casa. Se ela estiver sem foco e sem nenhum local de risco de desenvolvimento do mosquito no seu quintal, você recebe um bilhetinho para concorrer a vários prêmios com sorteio a cada dois meses, com três prêmios de cada vez. No final de julho será o primeiro sorteio. O morador vai receber o bilhete de acordo com o seu comportamento diante do risco”, esclareceu, Laurianny Tavares.

    Números de Bonfinópolis 

    WhatsApp Image 2019 05 29 at 11.32.00
    Divulgação Secretaria de Saúde 

    Segundo o último boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), divulgado nessa terça-feira (28), 65 pessoas morreram contaminadas pelo mosquito da Dengue em todo os estado, em 2019. Em maio o governo estadual destinou mais R$ 1,74 milhão para ações contra a Dengue em 45 municípios. Ontem, SES publicou  resolução destinando novos recursos financeiros, cerca de R$ 2,380 milhões para ajudar  72 municípios no controle do mosquito transmissor. Consulte a lista de municípios contemplados, acesse a resolução.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES