20.5 C
Brasília
sexta-feira, junho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Serasa alerta usuários do WhatsApp a se proteger dos três golpes mais praticados por criminosos

    Interessados na desatenção dos mais de 2 bilhões de pessoas que usam o aplicativo WhatsApp para se comunicar por mensagens de texto e de voz no mundo, os golpistas vêm se especializando em invadir contas e ludibriar usuários, como mostra a série semanal Sempre Alerta, da Serasa.

    No Brasil são quase 120 milhões de usuários aptos a cair nas armadilhas de criminosos, principalmente nos três golpes mais praticados no país contra o aplicativo da empresa Meta: clonagem, a conta falsa e o App espião. Veja como se proteger contra eles:

    Clonagem do WhatsApp

    Os criminosos conseguem acesso aos dados de segurança do celular da vítima e clonam o número de WhatsApp. Com isso eles conseguem bloquear o acesso da pessoa ao aplicativo, pedir dinheiro aos contatos dela e até furtar outros conteúdos, como informações financeiras e bancárias, para aplicar outros golpes.

    Para obter os dados, os criminosos enviam um link falso ou telefonam, se passando por funcionário da empresa. Eles oferecem um produto, um prêmio ou pedem confirmação de cadastro. Os golpistas solicitam um código de confirmação enviado por SMS que permite sequestrar a conta de WhatsApp.

    O golpe da conta falsa

    Os criminosos conseguem hackear listas de contatos das vítimas em aplicativos online ou roubar dados públicos em perfis de mídias sociais. Com os dados eles criam uma conta falsa de WhatsApp com um número de telefone de mesmo código de área e adicionam nome, foto de perfil e status da vítima. Com isso, eles entram em contato com amigos da vítima para avisar que o número do telefone trocou e, em seguida, pedem dinheiro a esses contatos.

    Para se proteger o usuário deve configurar a privacidade para que só os contatos possam enxergar as informações de perfil e a foto. Saiba que o WhatsApp tem um recurso automático que avisa quando um contato troca de número.

    O APP espião

    Permite o acesso remoto da conta de terceiros por aplicativos espiões, os spywares, que permitem o monitoramento das atividades da vítima no celular. O espião pode ser instalado por acesso físico ao aparelho de telefone da vítima ou phising, que é o furto de dados por meio de links maliciosos. Com isso, o criminoso tem acesso remoto aos dados pessoais, mensagens de WhatsApp, código de verificação, senhas de e-mail e mídias sociais, entre outras.

    O App espião pode ser identificado pelo consumo mais rápido da bateria, aumento de horas de uso do celular e superaquecimento. A solução é reinstalar o sistema operacional e conferir o antivírus.

    O que fazer após cair no golpe do WhatsApp

    Avise o maior número de contatos possível;
    Faça um Boletim de Ocorrência (B.O);
    Peça para seus contatos bloquearem o seu número e denunciarem ao WhatsApp a conta invadida;
    Envie e-mail para support@whatsapp.com com cópia do B.O. e peça para a conta ser desativada.

    SourceSerasa


    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES