20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Parceria entre BRB e Flamengo vai gerar mais de R$ 500 milhões para obras do GDF

    BRB já repassou nos últimos três anos quase R$ 1 bilhão ao Governo do Distrito Federal, usados para a seguridade social, obras, saúde e educação; parceria sofre ataques de fake news

    A mais nova fake news política nas eleições de 2022 é de que o Governo do Distrito Federal (GDF) iria gastar centenas de milhões de reais para construção de um estádio de Futebol para o Clube de Regatas Flamengo, através de uma parceria com o Banco de Brasília S.A. (BRB).

    A mentira, usada por adversários do governador Ibaneis Rocha (MDB), não se sustenta quando confrontada com a verdade. É mais um caso a ser analisado pelo Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) e o Ministério Público Eleitoral (MPE), e que pode gerar muitas dores de cabeça jurídicas para aqueles que estão espalhando as fake news.

    A verdade dos fatos é que o BRB e o Flamengo constituíram uma empresa que está avaliada em mais de R$ 2 bilhões e estão procurando um sócio para comprar parte dessa empresa.

    O Flamengo vai usar a metade dele para construir um estádio e o BRB vai usar para pagar dividendos ao Governo do DF.

    Serão mais de R$ 500 milhões para o GDF que serão destinados para a seguridade social, obras, saúde e educação do Distrito Federal.

    O Banco de Brasília já conseguiu nesse governo mais de R$ 1,5 bilhão em lucro e pagou R$ 775 milhões em dividendos ao GDF. Isso é mais que o dobro do governo anterior. E é fruto de uma administração séria do banco.

    Sobre a parceria

    O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, afirmou que busca um sócio para financiar a compra do terreno e a construção do estádio do clube. Ele também contou que o banco pretende ter o naming rights do futuro estádio.

    “O primeiro movimento é a busca de um sócio porque ele precifica a nossa parceria, compre parcela das ações e isso gerará o resultado que o Flamengo precisa para financiar a compra (do terreno) e a construção do estádio. Além disso, o BRB como sócio quer estar junto no naming rights e vai continuar na parceria dando resultado para o Flamengo”, explicou Paulo Henrique.

    O presidente do BRB contou que a busca por esse sócio está sendo feita pelo banco e que contratou o BTG para comandar a operação de procura por esse parceiro: “Contratamos um assessor financeiro que é BTG, que conduz a operação. E estamos no momento em que a gente busca acessar os investidores para ver quem vem com a gente”.

    Paulo Henrique Costa afirmou que o BRB soltou um Fato Relevante na Comissão de Valores Imobiliários (CMV) dizendo ter iniciado as providências, e foi aprovada a criação de uma nova empresa que vai receber o Nação BRB FLA, que é o banco digital constituído pelo BRB e pelo Flamengo.

    O Fato Relevante está disponível no site da Comissão de Valores Imobiliários (CVM).

    A empresa Nação BRB FLA é uma plataforma que oferece contas digitais e cartões de débito e crédito pré-pago, além de investimentos, produtos previdenciários e de capitalização.

    Com validade de três anos, prorrogável por mais dois, o acordo estabelece a divisão de lucros igualitária entre o BRB e o time do Rio de Janeiro. Ou seja: 50% para cada.

    A parceria de sucesso vem sendo atacada com fake news, mas autoridades eleitorais já tomaram conhecimento das mentiras que vem sendo espalhadas.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES