20.5 C
Brasília
sexta-feira, julho 19, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Rota da Diversão mapeia espaços para agradar a garotada no DF

    Férias para a garotada é sinônimo de muita diversão, com correria, algazarra e alegria solta no ar. Foi pensando nessas possibilidades lúdicas que a Secretaria de Turismo criou o primeiro roteiro voltado, exclusivamente, para as crianças. Indo muito além dos monumentos marcantes da capital e atrações cívicas, a Rota da Diversão inclui espaços como o Parque da Cidade, Planetário, Pontão do Lago Sul, Jardim Botânico, Zoológico de Brasília, Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Torre de TV, Ermida Dom Bosco, entre outros, que garantem entretenimento e contato com a natureza. E, o que é melhor, de graça.

    “É uma rota que foi pensada para o período de férias, mapeando locais com atividades de lazer voltado para crianças em diversos pontos da cidade”, conta o secretário executivo da Secretaria de Turismo, Gustavo Assis. “O objetivo é incentivar que alunos das escolas públicas e privadas, durante este período do ano, possa explorar os atrativos locais, muitos, aliás, não conhecem, sobretudo quem é de fora do Plano Piloto”, observa o gestor.

    Aberto, de terça a domingo, sempre das 9h às 21h, o CCBB, localizado no Setor de Clubes Sul, é um dos espaços mais interativos e queridos da cidade, com muitas opções de entretenimento como um mar verde de grama para correr e fazer piquenique e brinquedos que propõem sensações sonoras e físicas. De Luziânia (GO), mas há muito tempo morando em Brasília, o casal Jonatas Bueno e Muriel Silva, adora o lugar e se diverte, junto com o filho Gustavo, todas as vezes que frequenta o local.

    “Nessa idade eles têm muita energia e acaba que exigem muito da gente também, temos que nos desdobrar para fazer coisas diferentes e evitar de ficar todo mundo preso no apartamento”, comenta o arquiteto e educador financeiro Jonatas. “A gente aproveita os espaços de Brasília para gastar muita energia, curtir o sol, o ar livre. Aproveitamos bastante”, diz a doula Muriel.

    Para o servidor público da Secretaria de Justiça do DF, Pedro Augusto de Aquino, o CCBB é único como atração de lazer na cidade. “Gostamos muito daqui, estamos aqui quase todos os dias”, constata. “É um lugar que permite contato intenso com a natureza, o que é bacana para essa geração que só quer saber de celular, jogos eletrônicos”, avalia.

    Uma das primeiras construções de Brasília, com fortes referenciais históricos, religiosos e ecológicos, a Ermida Dom Bosco, com seus 171 m² de lazer, é outra opção de entretenimento interessante indicada pela Secretaria de Turismo na Rota da Diversão.

    Neste período de férias, entre 5 mil e 7 mil pessoas passam pelo local, entre elas crianças e adolescentes que adoram brincar e nadar na orla do Lago Paranoá, dar um rolé pela pista de cooper e ciclovia, contemplar o mirante com uma das auroras e crepúsculos mais lindos do DF e muito verde. O horário de funcionamento é das 6h às 20h, todos os dias.

    “As opções são muitas, desde o banho no lago até as trilhas ecológicas, que permitem interação com uma área do cerrado que está bem preservada”, comenta o agente de unidade de conservação Wilson Silveira. O espaço agrada visitantes como a estudante Mayara de Oliveira, recém-chegada da Paraíba. “É um lugar bastante aconchegante e bonito”, diz, impressionada.

    Serviço

    Passeios na Rota da Diversão

    → Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek
    Asa Sul, Eixo Monumental, livre acesso 24 horas por dia, sete dias por semana.

    → Centro Cultural Banco do Brasil
    Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Lote 22. Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 21h.

    → Planetário de Brasília
    Eixo Monumental, de terça a domingo, das 9h às 21h, com entrada franca. Os ingressos para as exibições na cúpula são liberados meia hora antes da apresentação. O espaço comporta 80 pessoas por sessão. A duração é de até 45 minutos por filme.

    → Pontão do Lago Sul
    Setor de Habitações Individuais Sul, Lago Sul. Sexta e sábado, das 7h à 1h; nos demais dias da semana, das 7h à meia-noite.

    → Jardim Botânico de Brasília
    Setor de Mansões Dom Bosco, Área Especial, Lago Sul. De terça-feira a domingo, inclusive feriados, das 9h às 17h, com entrada permitida até as 16h30. Entrada gratuita para pedestres e ciclistas entre 7h30 e 8h50. A partir desse horário, ingresso a R$ 5.

    → Zoológico de Brasília
    Avenida das Nações, Via L 4 Sul s/n, Candangolândia, Brasília. Funciona de terça a domingo e feriados, das 8h30 às 17h. Ingressos, pagamento somente em dinheiro. Terças, quartas e quintas-feiras, exceto feriados, todos pagam meia entrada (R$ 5). Já nos outros dias, os ingressos custam R$ 10, a inteira. Pagam meia entrada (R$ 5) crianças de 6 a 12 anos, idosos (acima de 60 anos), estudantes, beneficiários de programas sociais do governo e professores, pedagogos, orientadores educacionais e servidores da carreira Assistência à Educação do sistema de ensino do Distrito Federal. Pessoas com deficiência e seu acompanhante (quando necessário) e crianças de até 5 anos de idade não pagam.

    → Torre de TV
    Eixo Monumental. As visitas ao mirante da Torre de TV, localizada no Eixo Monumental, podem ser feitas, diariamente, das 9h às 18h.

    → Ermida Dom Bosco
    SEDB – Lago Sul, das 6h às 20h, todos os dias.

    → Complexo Cultural de Samambaia
    Quadra 301 Conjunto 5 Lote 1, de segunda a sexta, das 8h às 22h.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES