20.5 C
Brasília
sábado, abril 13, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Cemig destaca dicas para consumidor economizar energia

    Você sabia que o consumo de energia depende apenas de duas variáveis? Elas são a potência do equipamento (medida em watts) e o tempo (ou horas) de utilização. Por isso, para ter uma redução no valor da conta de energia, as pessoas devem ficar atentas à combinação. Também há dicas de economia a serem adotadas, principalmente no outono, estação de transição que tende a ter temperaturas mais baixas, o que pode levar muita gente a errar a mão na hora de utilizar o chuveiro, por exemplo.

    O engenheiro de Eficiência Energética da Cemig, Thiago Batista, demonstra de forma simples e didática como os clientes podem economizar energia. “Para diminuir o consumo de energia precisamos nos concentrar em duas ações: reduzir a potência, substituindo os equipamentos por outros mais eficientes ou ainda utilizando-os em modos de menor potência (posição “verão” do chuveiro, por exemplo). Outra é utilizar os equipamentos pelo menor tempo possível, o que inclui ações como evitar a abertura desnecessária da geladeira, o que fará com que ela trabalhe menos tempo para conservar a temperatura interna”.

    O engenheiro destaca que os clientes devem ter uma atenção especial com o chuveiro elétrico, já que, devido à alta potência, responder por uma parcela significativa da fatura de energia. Então, sempre que possível, as pessoas devem diminuir a potência do equipamento (para a posição “verão”), visando reduzir o consumo e, ainda assim, manter uma temperatura agradável da água do banho.

    “Com o início do outono, as temperaturas devem diminuir um pouco. Por isso, o simples fato de manter o chuveiro na posição ‘verão’ reduz a potência do aparelho em cerca de 30%. Mas não é apenas isso. Devemos manter atenção também ao tempo de banho para que a economia seja efetiva”, explica.

    Geladeira

    Além do chuveiro, outro eletrodoméstico com o qual se deve ter muita atenção é a geladeira. Ela é o segundo item que mais consome energia em uma residência, principalmente por causa do “abre e fecha”. Além disso, Thiago Batista ressalta que alimentos ainda quentes não devem ser armazenados no eletrodoméstico, pois isso sobrecarrega o refrigerador e, consequentemente, aumenta o consumo de energia.

    Outro ponto que merece atenção sobre a geladeira é a borracha de vedação da porta. A cada seis meses, esse elemento precisa ser checado e substituído quando for necessário, já que uma borracha folgada permite que o ar quente de fora entre no aparelho, exigindo mais energia para resfriar os alimentos. Para saber se a vedação está em bom estado, faça o seguinte teste: coloque uma folha de papel entre a porta e a geladeira, feche a porta e tente retirar a folha; se ela sair com facilidade, está na hora de trocar a borracha. Repita o processo ao longo de toda a extensão da borracha.

    Evite o desperdício

    A eletricidade consumida pelos aparelhos eletrônicos em stand by (modo de espera) pode representar até 15% do consumo de alguns equipamentos. Vale ressaltar que, ao desligar a TV, é importante desligar os demais equipamentos que estão conectados ao aparelho. Atenção especial deve ser dado aos receptores de TV por assinatura, que normalmente ficam ligados enquanto a TV está em stand by e acabam sendo grandes vilões do desperdício.

    Equipamentos como receptores de TV por assinatura, computadores e aparelhos de televisão, entre outros, que costumam ficar ligados em modo de stand by 24 horas por dia, elevam o valor da conta no final do mês. Para economizar, é necessário que o consumidor retire o equipamento da tomada.

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles