20.5 C
Brasília
domingo, maio 19, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Governo de Minas firma parceria para beneficiar cerca de 2 mil agricultores, por ano, com doação de fertilizantes

    Na manhã desta segunda-feira (29/1), o Governo de Minas oficializou nova parceria com a empresa Harsco Environmental para a doação anual de pelo menos 10 mil toneladas de fertilizantes para a agricultura familiar de 270 municípios mineiros. A expectativa é a de que cerca de 2 mil agricultores sejam beneficiados por ano.

    “O hortifruti é produzido essencialmente pelo agricultor familiar no Brasil, e em Minas Gerais isso é ainda mais evidente, e portanto precisamos apoiar esse segmento para garantir uma alimentação adequada, saudável, disponível e a preço justo para todas as pessoas”, constatou o vice-governador de Minas, Professor Mateus, ao acompanhar a assinatura da parceria, que terá período inicial de cinco anos.

    O documento foi firmado pelo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Thales Fernandes, pelo diretor-presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), Otávio Maia, e pelos representantes da Harsco Environmental: o presidente na América Latina, Wender Andrade Alves, e o diretor, Celio Eduardo de Oliveira.

    “O nosso pessoal é muito simples e isso vai nos ajudar demais na produtividade, na economia, porque são pessoas que basicamente vivem da terra”

    José Aparecido Caladão, produtor rural e vice-presidente da Associação de Agricultores Familiares da Região do Vale do Aço

    O secretário Thales Fernandes frisou que o programa vai viabilizar a doação dos fertilizantes, distribuídos com a assistência técnica da Emater-MG e a análise de solos feita pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), tudo em parceria com as prefeituras e a iniciativa privada.

    “O resultado será a correção do solo para aumento da produtividade e lavouras mais eficientes, o que nós da Seapa e vinculadas buscamos cada vez mais”, destacou Fernandes.

    Distribuição

    Os parâmetros para distribuição e logística serão definidos pela Seapa, em conjunto com Emater-MG, prefeituras e entidades do setor rural. Em paralelo, a empresa de assistência técnica fornecerá orientações aos pequenos produtores beneficiados sobre o uso adequado do produto.

    Inicialmente, serão contemplados agricultores de municípios de nove unidades regionais da Emater-MG no estado: com sede em Belo Horizonte, Governador Valadares, Guanhães, Ipatinga, Manhuaçu, Muriaé, Ponte Nova, Sete Lagoas e Viçosa. As regionais e os municípios selecionados estão localizados em um raio de até 300 quilômetros do município de Timóteo, na região do Vale do Rio Doce, onde a empresa parceira tem unidade em Minas Gerais.

    Os agricultores, silvicultores e pecuaristas selecionados devem ser, necessariamente, atendidos por extensionistas da Emater-MG. Os resultados esperados incluem a melhoria dos solos, o aumento da produtividade, a recuperação de áreas agricultáveis e de pastagens degradadas, com a consequente redução da pegada de carbono.

    O produtor rural e vice-presidente da Associação de Agricultores Familiares da Região do Vale do Aço (Agrifarm), José Aparecido Caladão, de Coronel Fabriciano, é um dos beneficiados pela entrega.

    “Receber esses fertilizantes será muito importante, principalmente neste início de ano, para alavancar o nosso solo. O nosso pessoal é muito simples e isso vai nos ajudar demais na produtividade, na economia, porque são pessoas que basicamente vivem da terra”, disse José Aparecido.

    Além de comercializar para mercados institucionais, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a associação realiza donativos do excedente produzido para o Banco de Alimentos da Prefeitura Municipal, oferecendo produtos como abóbora, cebola e hortaliças.

    “Hoje, nós atendemos 200 famílias de Coronel Fabriciano acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), levando dignidade e alimentos de qualidade para essas pessoas em situação de vulnerabilidade. A parceria com a Agrifarm é de suma importância para esse trabalho”, relatou o coordenador do Banco de Alimentos, Eder Mendes Nogueira.

    A Associação de Agricultores Familiares da Região do Vale do Aço tem, atualmente, 28 associados e, nos seus cinco anos de existência, sempre foi assistida pela Emater-MG.

    “O hortifruti é produzido essencialmente pelo agricultor familiar no Brasil, e em Minas Gerais isso é ainda mais evidente, e portanto precisamos apoiar esse segmento para garantir uma alimentação adequada, saudável, disponível e a preço justo para todas as pessoas”

    Professor Mateus

    Vice-governador de Minas Gerais

    Protocolo de intenções

    Em dezembro do ano passado, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), a vinculada Invest Minas e a Harsco Environmental assinaram protocolo de intenções com o objetivo de formalizar o interesse da empresa em investir no estado, e o compromisso do Governo de Minas em viabilizar a colaboração.

    O secretário Fernando Passalio também chamou a atenção para o alcance dos pequenos agricultores em Minas.

    “É uma atividade econômica importantíssima, que tem sido um diferencial na atividade da geração de emprego e renda, gerando prosperidade no interior”, enfatizou.

    Para os próximos dois anos, está previsto um aporte de R$ 220 milhões da parceira privada em Minas Gerais.

    “Essa iniciativa representa o nosso compromisso com a responsabilidade socioambiental e esperamos que inspire outras semelhantes”, pontuou o presidente da Harsco Environmental na América Latina, Wender Andrade Alves.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES