20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Bonfinópolis de Minas está entre as cidades contempladas pelo Saúde em Rede

    A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) promovem, até quinta-feira (27/10), na sede da escola, em Belo Horizonte, o 1º Encontro Formativo com os analistas regionais e centrais da terceira e última onda de expansão do Projeto Saúde em Rede. Participam dos três dias de encontro 48 analistas, com o objetivo de apresentação e alinhamento de questões relacionadas ao projeto e formação desses profissionais.

    O projeto “Saúde em Rede”, do Governo de Minas, é desenvolvido pela SES-MG, em parceria com a ESP-MG, e tem como finalidade promover a reestruturação das Redes de Atenção à Saúde (RAS), por meio da qualificação dos processos de trabalho dos profissionais da atenção primária (APS) e da atenção ambulatorial especializada (AAE).

    A ideia da iniciativa do governo estadual é transformar o atual modelo hierárquico – que tem o hospital como centro dos atendimentos – para dar lugar à gestão integrativa, na qual a Atenção Primária é ordenadora dos cuidados em saúde, além de qualificar os processos assistenciais com o intuito de promover uma assistência à saúde ainda mais adequada ao cidadão. Para isso, o projeto propõe a implementação de processos de Educação Permanente em Saúde (EPS) para ampliar as capacidades das equipes da Atenção primária à Saúde (APS) e da Atenção Ambulatorial Especializada (AAE) de analisarem seus processos de trabalho e reorganizá-los com foco nas necessidades dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

    A terceira onda de expansão será a última e a maior em número de municípios e profissionais envolvidos: 393 cidades contempladas. Após essa fase, o Saúde em Rede chegará a todas as 89 microrregiões de Saúde do estado, com 852 municípios atendidos.

    Participaram da abertura do encontro, o secretário adjunto de Saúde, André Luiz dos Anjos, a diretora-geral da ESP-MG, Mara Tanure, o subsecretário de Gestão Regional da SES- MG, Darlan Venâncio Pereira e a gerente do Projeto Saúde em Rede, Raquel Guieiro. Esta conduziu apresentação aos participantes sobre a organização do processo e estruturação da rede. “Com isso, pretendemos uma maior satisfação do usuário na atenção primária, já que 85% das condições de saúde devem ser resolvidas nesse nível de atenção”, explicou.

    Projeto

    O Saúde em Rede foi iniciado em 2019, em sua etapa-piloto, para a macrorregião Jequitinhonha e foi conduzido pela SES-MG, em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e com o Hospital Israelita Albert Einstein. Já a expansão do projeto – 1ª, 2ª e 3ª ondas – conta com a parceria da ESP-MG e tem como objetivo levá-lo para o restante do estado. A Escola de Saúde é responsável por diversas atividades como: o desenvolvimento dos projetos educacionais e do modelo lógico para seleção dos municípios das ondas de expansão do projeto; pela elaboração de cursos introdutórios de alinhamento conceitual e dos materiais didáticos dos momentos formativos presenciais; pela preparação dos analistas centrais e pela certificação dos participantes.

    A primeira onda de expansão aconteceu em maio de 2021 e atendeu a 142 cidades; já em novembro de 2021 foi iniciada a etapa de expansão da 2ª onda do projeto, contemplando 286 municípios e, em novembro de 2022, será iniciada a terceira e última onda.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES