20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Câmara promove ações em apoio à campanha Outubro Rosa

    Em apoio à campanha “Outubro Rosa”, a Câmara dos Deputados, em parceria com o Senado Federal, promove neste mês uma série de atividades de conscientização e alerta à sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O tema deste ano é “Quem tem peito tem direito!”.

    As ações são coordenadas pela Secretaria da Mulher da Câmara, pela Procuradoria Especial da Mulher, pela Liderança da Bancada Feminina do Senado e por instituições e organizações parceiras, e tem o objetivo de chamar a atenção para a doença e, assim, aumentar as chances de cura e reduzir a mortalidade.

    Programação

    No Congresso Nacional, a campanha começa no dia 3 de outubro e se estende até o fim do mês. Entre as atividades estão previstos debates; exposições; projeção no Palácio do Congresso; disponibilização de caixas coletoras para doação de acessórios, como bandanas e lenços, para mulheres e crianças com câncer; cortes de cabelo para doação.

    A solenidade oficial de abertura está marcada para o dia 10 de outubro, às 17 horas, no Salão Nobre, com o tradicional acendimento das luzes dos edifícios da Câmara e do Senado na cor rosa.

    A programação completa está disponível na página da Secretaria da Mulher, no portal da Câmara.

    Estatísticas

    Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), excluídos os cânceres relacionados a tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões do país, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste.

    É também a primeira causa de morte por câncer na população feminina, exceto na região Norte, onde o câncer do colo do útero ocupa essa posição.

    Para este ano, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres. A taxa de mortalidade, ajustada pela população mundial, foi 11,84 óbitos por 100.000 mulheres, em 2020, com as maiores taxas nas regiões Sudeste e Sul.

    De acordo com artigo científico brasileiro publicado na revista Public Health in Practice, no mês de setembro, as campanhas do Outubro Rosa aumentam as ações preventivas de combate ao câncer de mama. O volume de busca por mamografia, por exemplo, cresce 39% no período da campanha e nos meses imediatamente seguintes, segundo a publicação.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES