20.5 C
Brasília
quarta-feira, maio 22, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Emater publica edital para credenciamento de profissionais especializados em energia fotovoltaica

    A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) lançou um projeto para incentivar o uso de energia solar em pequenas propriedades rurais. A empresa publicou nesta sexta-feira (29/12) um edital para criação de um cadastro público de empresas e profissionais habilitados à implantação e elaboração de parecer técnico em sistemas de microgeração e minigeração de energia solar fotovoltaica.

    Com o uso desta matriz energética, a ideia é criar uma alternativa para ampliar a oferta de energia no meio rural. A proposta também é reduzir os custos de produção e os prejuízos causados no campo quando há falta de energia elétrica distribuída pelas concessionárias. “Já é comum o uso de energia fotovoltaica nos grandes empreendimentos, em grandes fazendas, gerando energia em larga escala. Mas o pequeno produtor também pode usufruir desta tecnologia para produzir sua própria energia com uma microusina da propriedade”, afirma o diretor-presidente da Emater-MG, Otávio Maia.

    Ele explica que o trabalho da Emater-MG será oferecer o cadastro de profissionais aos produtores interessados em implementar o sistema fotovoltaico. “O produtor é quem irá contratar estas microusinas. Mas a Emater vai fazer uma análise da capacidade técnica das empresas e dos profissionais em atender a demanda no campo. Vamos ter uma listagem para disponibilizar aos interessados. O produtor terá a garantia de que a empresa cadastrada pela Emater preenche todos os requisitos necessários para o serviço a ser contratado”, diz.

    O diretor de Infraestrutura da Emater-MG, Vitório Alves de Freitas, reforça que, além da geração de energia limpa para atender às necessidades da propriedade rural, o pequeno produtor também terá mais uma fonte de renda com a energia gerada por ele no sistema fotovoltaico. “Estamos trabalhando também para remunerar o produtor pelo excedente de energia que ele vai gerar, além daquela necessária para o seu consumo. Com a geração de energia limpa, estamos promovendo a sustentabilidade no campo, levando infraestrutura e tecnologia. Garantindo energia no meio rural você promove o desenvolvimento”, afirma.

    O edital publicado pela Emater-MG pode ser acessado neste link.

    Sol de Minas

    O incentivo ao uso de energia fotovoltaica nas propriedades rurais faz parte do projeto Sol de Minas, do Governo do Estado. Ele tem como objetivo diversificar a matriz energética, buscando estimular a adoção de sistemas solares de geração em residências, comércios, indústrias e propriedades rurais, além de atrair empresas fornecedoras de bens e serviços para o setor. O Sol de Minas é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede).

    Segundo a Secretaria, 100% dos 853 municípios mineiros possuem ao menos uma unidade de geração de energia solar fotovoltaica, marca importante para entender o compromisso do estado de zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2050.

    Em 2022, começou a funcionar uma microusina de energia solar fotovoltaica implantada pela Emater-MG em Ponto dos Volantes, no Vale do Jequitinhonha, em uma área da própria empresa. Com capacidade de geração de 12 mil kWh/mês, a usina é conectada à rede de distribuição da Cemig e compensa o consumo de energia elétrica da unidade central da Emater-MG, em Belo Horizonte.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES