20.5 C
Brasília
quarta-feira, maio 22, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Governadores do Sul e Sudeste firmam acordo para plantio de cem milhões árvores em quatro anos

    Os sete governadores dos estados que compõem o Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) assinaram, neste sábado (21/10), a criação do “Tratado da Mata Atlântica”, que prevê o compromisso dos estados na restauração de 90 mil hectares do bioma até 2026 (equivalente a mais de 120 mil campos de futebol), e o de plantar cem milhões de mudas nativas. Esta é uma das medidas mais importantes já adotadas pelo grupo na área de meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

    O tratado faz parte da carta de intenções formalizada no encerramento do 9º encontro do Cosud, realizado na cidade de São Paulo. O governador Romeu Zema, o vice-governador Professor Mateus, secretários de Estado de Minas Gerais e outras autoridades mineiras participaram da programação na capital paulista entre os dias 19 e 21/10.

    Além disso, conforme o documento, os governos trabalharão juntos na criação de corredores ecológicos terrestres e costeiro-marinhos entre os sete estados. Outra ação de destaque é a elaboração de um plano integrado para o enfrentamento de eventos extremos, sobretudo relacionados a chuvas e estiagens.

    Com a preservação do bioma e o reflorestamento, os estados buscam aumentar a reserva florestal, contribuindo para a descarbonização do planeta. A carta também reforça o empenho com a transição energética e medidas de incentivo a indústrias verdes. ‘Além disso, será estudada a aquisição de energia elétrica a partir de fontes renováveis pelos Governos dos Estados’, consta em trecho da carta.

    “Temos de lembrar que o Brasil tem uma das legislações ambientais mais avançadas e, mesmo assim, é um país mal visto em termos de responsabilidade ambiental. Então, vamos mostrar que os sete estados reunidos aqui têm responsabilidade. Nós temos de mostrar que o aço, o café, os produtos agrícolas, entre outros que são produzidos nas regiões do Cosud, contam com uma pegada de carbono muito menor que em outros países. Portanto, temos uma grande missão pela frente e uma grande oportunidade também, pois nenhum país tem uma chance tão grande nessa transição energética para a economia verde como o Brasil – e vamos aproveitar isso”, destacou o governador Romeu Zema.

    As medidas detalhadas são resultados dos Grupos de Trabalho (GTs) temáticos, formados por secretários e representantes dos estados para debater propostas baseadas no compartilhamento e integração de experiências que deram certo em cada administração.

    Ainda na carta de intenções, os governadores dos sete estados renovam e fortalecem seus compromissos de atuação conjunta e cooperativa, em defesa da liberdade, da geração de emprego e renda, além da responsabilidade fiscal.

    Outras medidas

    O documento prevê, também, o compartilhamento de informações técnicas, estudos, levantamentos, dados, mapas e demais informações entre os estados para que sejam usadas exclusivamente em políticas públicas voltadas para a segurança pública, defesa civil e desastres naturais e sistema tributário.

    Protocolo de intenções

    Os governadores ainda assinaram dois documentos com intenções relacionadas às áreas de cultura e meio ambiente, com medidas propostas pelos grupos de trabalhos formados por representantes dos sete estados.

    Clique aqui para conferir, na íntegra, a carta de compromissos.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES