20.5 C
Brasília
sexta-feira, junho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    PMs de Minas Gerais e Bahia, com apoio do Gaeco, prendem criminoso da lista do Procura-se

    Ação integrada entre militares da Diretoria de Inteligência (Dint) e do Comando de Avião do Estado (Comave), ambos da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), com o apoio de militares da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e de integrantes do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), executaram operação em conjunto para cumprimento de mandado de prisão em desfavor de um dos criminosos mais procurados do estado de Minas Gerais, na segunda-feira (9/5).

    content procura se minas
    Sejusp/divulgação

    Jonathan Henrique de Assis Teixeira, vulgo Costela, figurava como alvo do programa Procura-se de Minas Gerais. O infrator possuía, no mínimo, quatro mandados de prisão em aberto relacionados a crimes de homicídio e tráfico de drogas. Ele foi preso na cidade de Sobradinho, na Bahia, região do sertão baiano, de onde era suspeito de comandar ações criminosas executadas na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Além disso, há suspeitas de que ele tenha ligação com crimes do “novo cangaço”, atuando em ataques violentos a bancos, carros-fortes e transportadoras de valores.

    O apoio do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e da Agência de Inteligência do 41º Batalhão de Polícia Militar (41º BPM), em Belo Horizonte, foram fundamentais para o sucesso da operação.

    A ação integra conjunto de operações, orientadas pela atividade de Inteligência Policial Militar, desenvolvidas pelo comando da instituição e direcionadas ao combate qualificado dos crimes de homicídios no território mineiro.

    Outras ações semelhantes foram realizadas, recentemente, nas cidades de Joinville (SC), Rio das Ostras (RJ) e Contagem, na Grande BH, com o objetivo de realizar a prisão de criminosos de alta periculosidade procurados pela Justiça mineira por envolvimento em crimes violentos, incluindo homicídios, ataques a instituições financeiras e tráfico de drogas.

    Procura-se

    A quarta edição do programa Procura-se, lançada em abril de 2021, inclui 21 alvos considerados prioritários para o sistema de Segurança Pública de Minas. A iniciativa busca a prisão de indivíduos foragidos da Justiça, com mandados de prisão em aberto, a partir da qualificação das ações das polícias e das inteligências por meio de denúncias ao 181 Disque Denúncia.

    O Procura-se é coordenado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e tem a parceria da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Ministério Público do Estado.

    Os procurados desta edição foram escolhidos por todas as instituições considerando a prática reiterada de crimes graves. Parte dos indivíduos listados também possui relação com explosões de caixas eletrônicos no estado e assaltos armados a bancos – prática denominada “novo cangaço”. Além da prisão, a divulgação dos alvos traz o benefício de inibir a circulação desses criminosos.

    181 Disque Denúncia

    Ao ligar gratuitamente para o 181 Disque Denúncia para dar informações sobre um dos procurados, o cidadão tem sigilo e anonimato garantidos. Ele poderá fornecer detalhes sobre onde atuam, veículos que utilizam, quem são seus comparsas, quais são seus horários, onde foram vistos ou qualquer detalhe que possa contribuir com o trabalho das forças de segurança.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES