20.5 C
Brasília
domingo, abril 14, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Programa capacita 80 mil pessoas para enfrentamento de epidemias

    Um programa educacional desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Mato Grosso do Sul e pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde vai oferecer cursos para 80 mil pessoas sobre o enfrentamento da epidemia de covid-19 e outras epidemias virais. O programa que será lançado na próxima terça-feira (15) é totalmente gratuito e a participação não é restrita a profissionais de saúde.

    Segundo a Fiocruz, o Programa Educacional em Vigilância e Cuidado em Saúde no Enfrentamento da Covid-19 e de outras Doenças Virais (VigiEpidemia) terá uma primeira etapa com quatro cursos autoinstrucionais e dois complementares que são opcionais e contam com tutoria e certificação de especialização.

    O conteúdo e os recursos educacionais foram elaborados com a participação de docentes e pesquisadores de diversas instituições de ensino e pesquisa. Entre os cerca de 80 mil alunos que são esperados em todo território brasileiro, mil poderão obter certificado de especialização do programa, mediante chamamento público.

    Segundo a coordenadora da Educação da Fiocruz Mato Grosso do Sul, Debora Dupas Gonçalves do Nascimento, o objetivo do VigiEpidemia é promover a qualificação dos trabalhadores e profissionais de saúde, gestores e interessados na área para o enfrentamento da covid-19 e outras epidemias de doenças transmissíveis por vírus no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

    O lançamento do programa será realizado com uma transmissão ao vivo na internet, em que haverá uma mesa-redonda com o pesquisadores sobre o tema: A vigilância em saúde nas epidemias/pandemias: o que podemos esperar em 2022?

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles