20.5 C
Brasília
sexta-feira, junho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Resultado do Trilhas de Futuro está disponível e estudantes selecionados já podem se matricular

    A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) divulgou o resultado da alocação das vagas para os cursos técnicos gratuitos do Trilhas de Futuro, programa criado pelo Governo de Minas. Os candidatos selecionados deverão se matricular na instituição para a qual foram encaminhados até 6/5/2022.

    Nesta segunda edição do programa foram abertas 40 mil vagas para formações profissionais gratuitas, com mais de 70 opções de cursos em 110 municípios mineiros. Os cursos são oferecidos por escolas de ensino técnico privadas e públicas, por meio de parceria com o Governo do Estado.

    Além da formação técnica gratuita, o Trilhas de Futuro oferece também uma ajuda de custo de R$ 18 por dia para alimentação e transporte. Para saber se conquistou uma das vagas, o candidato deverá acessar a página do Trilhas de Futuro, informar o número de inscrição ou o documento utilizado na hora do cadastro, além dos dados de filiação e a data de nascimento.

    Cada candidato poderá se matricular em apenas uma opção de curso. É importante lembrar que o classificado para uma das vagas que não realizar a matrícula no prazo estipulado perderá o direito de realizar o curso técnico. A previsão é que as aulas comecem em 25/7.

    Critérios de seleção

    Este ano, o programa Trilhas de Futuro recebeu mais de 200 mil inscrições entre 7/4 e 25/4. Os candidatos puderam indicar até três cursos de sua preferência e o turno desejado. A iniciativa é direcionada para estudantes de escolas públicas e privadas regularmente matriculados no 2º e 3º anos do Ensino Médio ou em qualquer período da Educação de Jovens e Adultos (EJA) – Ensino Médio e também jovens que já concluíram essa etapa de ensino.

    A seleção dos candidatos foi realizada de acordo com a disponibilidade de cursos, vagas nas instituições e cursos prioritários indicados pelos candidatos, sempre respeitando a seguinte ordem de prioridade:

    – Estudantes que estejam cursando o 3º ano do ensino médio na rede pública estadual;

    – Estudantes que estejam cursando o 2º ano do ensino médio na rede pública estadual;

    – Estudantes que estejam cursando a EJA – Ensino Médio na rede pública estadual;

    – Estudantes que estejam cursando o 2º ou 3º ano do ensino médio na rede pública federal ou municipal;

    – Estudantes que estejam cursando a EJA – Ensino Médio na rede pública federal ou municipal;

    – Estudantes que estejam cursando o 2º ou 3º ano do ensino médio na rede particular;

    – Estudantes que estejam cursando a EJA – Ensino Médio na rede particular;

    – Egressos do ensino médio, oriundos de qualquer rede.

    Nos casos de empate, são observados os critérios de candidato de idade menor, que não possui ocupação profissional, e sorteio. O edital ainda prevê a reserva de 5% das vagas em cada curso para pessoas com deficiência.

    Nova oportunidade

    Os participantes que não foram chamados nesta etapa terão uma segunda chance para ingressar em algum curso profissionalizante de forma gratuita, oferecido pelo programa. Entre 18/5 e 31/5, o Trilhas de Futuro oferecerá a chamada para vagas residuais. Ou seja, qualquer candidato poderá se inscrever para as vagas ainda disponíveis.

    No período de vagas residuais será adotado o critério cronológico das inscrições. Nele, o estudante escolherá qual curso e em qual instituição deseja participar, a partir da listagem de vagas disponíveis a ser divulgada, e deverá se encaminhar diretamente à unidade para a efetivação da matrícula.

    Matrícula

    O participante selecionado deverá realizar a matrícula de forma presencial, na instituição de ensino indicada. É preciso apresentar os documentos a seguir:

    – Identidade ou certidão de nascimento;

    – CPF do estudante;

    – Para o estudante menor de idade, é necessária, ainda, a apresentação de documento de identidade e do CPF, originais e cópias, de um dos pais/responsáveis;

    – Comprovante de residência no nome de um dos pais/responsáveis ou do estudante, quando maior de idade;

    – Declaração de escolaridade, com indicação da etapa que o estudante está cursando, quando ainda estiver no ensino médio;

    – Declaração de conclusão ou histórico escolar, no caso de egresso do ensino médio.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES