20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Concha Acústica terá R$ 3,6 milhões para reforma

    A Concha Acústica vai passar por obras de urbanismo, paisagismo e drenagem. O serviço, que inclui novas calçadas, estacionamento, plantio de grama e de árvores, terá um investimento de R$ 3,6 milhões. A autorização para a obra foi expedida nesta segunda-feira (13) pelo governador Ibaneis Rocha.

    A instalação passou por uma grande reforma e foi devolvida à população em 2021. Agora, as obras são para cuidar dos arredores da estrutura. Serão feitos meios-fios, pavimento de concreto, faixa elevada, pista de caminhada, estacionamento e instaladas bocas de lobo e rede pluvial. Centenas de árvores e milhares de arbustos vão ser colocados na região, que também vai receber plantio de grama.

    “A população já abraçou o projeto, e o governador autorizou o início dessas obras para melhorar o que já está bom”

    Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa

    “Vamos fazer a infraestrutura que estava pendente”, explica o diretor-presidente da Novacap, Fernando Leite. “A drenagem e o sistema pluvial serão refeitos. Vamos fazer a pavimentação, levar meios-fios. O entorno da Concha Acústica será todo feito.”

    Polo cultural

    Dedicada às apresentações artísticas ao ar livre, a Concha Acústica voltou a fazer parte do cenário cultural do DF em agosto de 2021, após investimento de R$ 422 mil. Além de ter recebido pintura completa e regularização das placas de concreto danificadas que compõem o piso, o equipamento teve o alambrado reformado, estruturas pintadas, refletores instalados e substituição de vidros, entre outros serviços.

    “Toda aquela região é um grande polo cultural à beira do Lago Paranoá”, lembra o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues. “A população já abraçou o projeto, e o governador autorizou o início dessas obras para melhorar o que já está bom. A Concha Acústica já está em atividade; fizemos uma intervenção maciça e ela virou um polo cultural. Estamos otimistas com o aproveitamento da região.”

    29.750 m²
    Área total da Concha Acústica

    Localizada às margens do Lago Paranoá, a Concha Acústica, projetada por Oscar Niemeyer, tem um espaço de 29.750 m2, com área construída de 8.435 m2 para apresentações artísticas ao ar livre. Possui uma concha de 42 m de comprimento e 5 m de altura na parte mais elevada. Há dependências para bilheteria, camarins e banheiros, além de estacionamento público.

    Com capacidade para 5 mil pessoas e 200 bancos de concreto instalados, a Concha Acústica tem estrutura composta por três projeções de formas retangulares e uma plataforma de configuração trapezoidal, com um setor circular côncavo. Durante a década de 1970, foi pouco utilizada para eventos artísticos. Parou de funcionar em 2001 e, em setembro de 2003, foi reformada e reaberta. Em 2019, precisou ser fechada devido à pandemia do novo coronavírus, e em 2021 foi devolvida reformada.

    Mais obras

    O governador Ibaneis Rocha também assinou a ordem de serviço para obras de engenharia que vão complementar as redes de água e esgoto na QI 21, no Lago Sul. O serviço vai custar R$ 76 mil.

    “São blocos comerciais que estão sendo implantados na comercial, e vamos contratar a rede de água para eles”, explica o diretor técnico da Terracap, Hamilton Lourenço Filho. “Essa obra atende a população no sentido de termos um comércio local bem-estabelecido e localizado, e também vai atender a comunidade do Jardim Botânico”.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES