20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Moradores de 32 regiões administrativas do DF contam com coleta seletiva

    Moradores de 32 das 33 regiões administrativas do DF contam com coleta seletiva e recolhem por mês 2,3 toneladas de resíduos recicláveis. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) está expandindo a participação dos catadores de recicláveis na coleta seletiva do Distrito Federal. O número de contratos do Governo do Distrito Federal (GDF) com essas cooperativas dobrou no primeiro semestre, passando de 11 contratos para 22.

    Acesse aqui o mapa com datas e horários da coleta seletiva nas regiões.

    Com os novos contratos com cooperativas, seis RAs que não possuíam o serviço porta a porta passaram a ser beneficiadas pelo serviço. São elas: Jardim Botânico, Fercal, Planaltina, SCIA/Cidade Estrutural, Arniqueira e SIA. Agora, apenas Sol Nascente ainda não conta com o serviço.

    Os contratos firmados têm duração de 12 meses, podendo ser prorrogados por igual período por até 60 meses. Entre as cooperativas, 19 também mantêm contratos de triagem do material recolhido.

    O chefe da Unidade de Sustentabilidade e Mobilização Social do SLU, Francisco Mendes, destacou o trabalho de inclusão dos catadores proporcionado pela expansão dos contratos. Hoje, 1.400 catadores do DF se associaram às 22 cooperativas que hoje prestam serviço ao GDF. Também foram criados 15 pontos de entrega de recicláveis.

    Houve ainda a ampliação do serviço em regiões que já eram atendidas parcialmente, e agora contam com 100% da coleta seletiva nas portas das residências. Esta ampliação aconteceu em Sobradinho, Setor de Mansões de Sobradinho II, Itapoã, incluindo todas as quadras e os condomínios horizontais da região (Entre Lagos, Novo Horizonte e La Font), São Sebastião, ampliando para o Jardins Mangueiral, Lago Sul (Setor de Chácaras e Ermida Dom Bosco), Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Brazlândia e Park Way.

    Em Santa Maria, a área de coleta da cooperativa passou de 30% para 51% e, em Samambaia, passou de 15% para 46%. Com isso, apenas a região do Pôr do Sol/Sol Nascente ainda não dispõe do serviço de coleta seletiva porta a porta, devendo ser utilizados os Locais de Entrega Voluntária (LEV) mais próximos (papa recicláveis e papa entulhos). A meta do SLU é alcançar 100% da coleta seletiva na porta das residências.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES