20.5 C
Brasília
sexta-feira, junho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Nova Saída Norte terá duas pontes sobre o Lago Paranoá

    Um complexo rodoviário formado por 16 km de pistas e 23 viadutos, passando por duas pontes sobre o Lago Paranoá. Esta é a proposta da nova Saída Norte do Distrito Federal, que ligará o Plano Piloto à BR-020, próximo a Sobradinho.

    A obra está prevista no Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade (PDTU), e foi recomendada para reduzir o trânsito na via que passa pela Ponte do Bragueto, além de servir como alternativa de acesso ao Plano Piloto para as regiões do Itapoã e Paranoá. O projeto está em debate com a população e pode ser acessado no site da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

    A Semob realizará uma audiência pública presencial para apresentar o projeto e debater com a população. O encontro será a partir das 10h da próxima sexta-feira (29), no auditório do DER-DF

    A Semob realizará uma audiência pública presencial para apresentar o projeto e debater com a população. O encontro será a partir das 10h da próxima sexta-feira (29), no auditório do DER-DF. Durante a audiência, os interessados também poderão participar por meio de mensagens de WhatsApp, em número a ser divulgado pela secretaria. A audiência será transmitida ao vivo pelo canal da Semob no YouTube, e a gravação ficará disponível para consultas.

    R$ 3,8 bilhões
    é o valor previsto dos investimentos para a nova Saída Norte

    A nova Saída Norte será construída pelo GDF por meio de Parceria Público-Privada (PPP), na modalidade concessão administrativa. O investimento previsto é da ordem de R$ 3,8 bilhões, e o contrato da PPP será por 25 anos. A empresa vencedora da concorrência deverá construir o complexo em aproximadamente quatro anos, devendo fazer a conservação e a manutenção de todo o complexo rodoviário durante o restante do prazo contratual.

    Além das pistas e viadutos, a nova saída contará com a estrutura para a implantação de transporte coletivo no sistema de BRT. A previsão é de uma faixa exclusiva de BRT no sentido de ida e de volta, ao lado do canteiro central, incluindo terminais e passarelas. Cada sentido da via contará com mais três faixas de tráfego. Ao longo de toda a via, haverá faixas exclusivas para ciclistas e calçadas para uso dos pedestres.

    O ponto inicial será na Asa Norte, logo após o campus da Universidade de Brasília (UnB). Ali serão feitas as obras de interseção com a L4 Norte, oferecendo opções de entrada e saída na ponte que servirá de travessia do Lago Paranoá para a península norte. Será uma ponte estaiada, elaborada a partir de projeto feito pelo arquiteto Oscar Niemeyer em 1987, com aproximadamente 1,2 mil metros de extensão.

    A nova saída vai beneficiar toda a região norte do DF, que conta com população de quase meio milhão de habitantes. A via deverá absorver parte do trânsito do Trevo de Saída Norte e Ligação Torto-Colorado, por onde passam cerca de 120 mil veículos por dia

    Após a ponte, a via vai atravessar a península norte. Nesse trecho, a obra contará com dois túneis e as vias de interseção com a Estrada Parque Península Norte (EPPN). As passagens subterrâneas, antes e depois da EPPN, servirão para reduzir o impacto sonoro do trânsito naquela região.

    Já a travessia da península para o setor de mansões do Lago Norte será por meio de outra ponte, de tamanho menor. No trecho final, a obra seguirá com uma via que passa pelo Taquari, fazendo interseções com a DF-005 e a DF-001, indo até a interseção com a BR-020.

    A nova saída vai beneficiar toda a região norte do Distrito Federal, que conta com população de quase meio milhão de habitantes. A via absorverá parte do trânsito do Trevo de Saída Norte e Ligação Torto-Colorado, por onde passam cerca de 120 mil veículos por dia. Com prioridade para o transporte público, a obra reduzirá o volume de tráfego e o tempo de deslocamento, trazendo benefícios para o meio ambiente com a diminuição da poluição causada pela emissão de gás carbônico.

    População pode participar

    Os estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica, bem como as respectivas minutas de edital e contrato que subsidiarão a futura licitação da PPP, estão disponíveis no site da Semob. Qualquer pessoa ou empresa pode participar dos debates sobre o projeto da Nova Saída Norte, por meio de manifestações durante a consulta e a audiência pública que estão sendo realizadas pela Secretaria.

    O prazo para manifestações por escrito foi aberto no dia 11 deste mês, e as contribuições podem ser enviadas até 13 de maio para o endereço eletrônico consultansn@semob.df.gov.br.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES