Segunda escola bilíngue Libras e português escrito do DF será no Plano Piloto

Licitação para a reforma de um espaço na 912 Sul já foi publicada. Investimento na obra será de R$ 4,8 milhões

518
escola DF
Foto: Alvaro Henrique Agencia Brasília
Publicidade

A Secretaria de Educação do Distrito Federal publicou o edital de licitação para a reforma das instalações do espaço onde irá funcionar a Escola Pública Integral Bilíngue Libras e Português Escrito. Localizado na Quadra SGAS 912, módulos 43 a 48, o terreno tem 120.000 m² e a área a ser contemplada pelas benfeitorias é de 1.624,52 m². Esta será a segunda escola pública do tipo no DF. A primeira fica em Taguatinga.

O valor estimado da obra é de R$ 4.845.784,51. A abertura para o recebimento das propostas está marcada para o próximo dia 13 de junho, às 10h. Após a conclusão do processo licitatório e a assinatura da ordem de serviço, a previsão é de seis meses para a conclusão da obra.

Os serviços a serem contratados incluem impermeabilização dos espaços, adequação do sistema contra incêndio, reformas das redes hidrossanitária, elétrica e de telefonia, entre outros.

O compromisso de instalar a escola bilíngue foi selado em uma reunião no dia 18 de agosto de 2021, no Palácio do Planalto, entre a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, e a primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro. A iniciativa tem como objetivo implementar o ensino bilíngue no Plano Piloto e, em médio prazo, transformar a escola em um espaço que também vai proporcionar atividades de lazer, cultura e esporte.

A nova unidade também receberá materiais, mobiliário e equipamentos necessários para o seu funcionamento.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorCâmara aprova projeto que regulamenta a telessaúde
Próximo artigoDia Nacional da Caatinga: bioma ocupa cerca de 11% do território
Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.