20.5 C
Brasília
quinta-feira, maio 23, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Veja prazos e critérios para cadastrar táxi executivo no DF

    O próximo dia 14 de janeiro é o último prazo para os motoristas cadastrarem veículos que não cumprem os requisitos previstos na Lei nº 5.323/2014, bem como a Portaria Inmetro nº 377/2011, como táxi executivo no Distrito Federal. A partir dessa data, a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob-DF) só vai cadastrar veículos que estiverem de acordo com a legislação em vigor.

    Os taxistas devem ficar atentos também a outro detalhe. O veículo considerado inapto só será aceito se tiver nota fiscal ou comprovante de faturamento, ou DUT (Documento Único de Transferência) do veículo, com data de emissão até 22 de dezembro de 2023.

    “O objetivo da medida é atender os motoristas que já estavam com processos de cadastramento com os modelos mencionados na tabela divulgada anteriormente”, explica o subsecretário de Serviços da Semob, Mauro Sérgio Fatureto. Segundo ele, a secretaria pretende não gerar prejuízo para nenhum motorista. “Mas é necessário que a partir de 15 de janeiro todos os veículos que forem cadastrados como táxi executivo estejam adequados à legislação”, destaca.

    De acordo com o subsecretário, os veículos que são considerados aptos, portanto de acordo com a legislação, poderão ser cadastrados a qualquer tempo. Os modelos que cumprem os requisitos legais atualmente são Renault Duster Modelo 2016-2020 e Renault Duster Modelo 2021-2024.

    A Subsecretaria de Serviços da Semob já comunicou a decisão, por meio de ofício, ao Sindicato dos Permissionários e Motoristas Auxiliares de Táxis do Distrito Federal (Sinpetaxi), à Associação dos Taxistas do Distrito Federal (ASTDF), e às demais cooperativas do setor.

    Confira abaixo a tabela de veículos aptos e inaptos para cadastramento de táxi executivo de tipo SUV (Sport Utility Vehicle).

    Arte: Semob-DF


    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES