20.5 C
Brasília
domingo, abril 14, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Em Unaí secretários apresentam diretrizes para produção sustentável

    Evento permitiu a apresentação de políticas públicas de Meio Ambiente e Agricultura aos produtores locais

    As secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) estreitaram o diálogo com produtores rurais no Noroeste de Minas. A reunião, organizada pela Cooperativa Agrícola de Unaí Ltda., a Coagril, ocorreu, nessa quinta-feira (4/7), em Unaí (MG), e contou com a presença de autoridades locais.

    Na oportunidade, os secretários Germano Vieira (Semad) Ana Valentini (Seapa) apresentaram as diretrizes para produção sustentável, destacando a viabilidade para o uso de técnicas que promovam a produção agrícola, com base na preservação dos recursos naturais. Os dois dirigentes ainda reforçaram todo o apoio do Governo de Minas ao setor para geração de emprego e renda, sem prejuízos ambientais.

    Na pauta da reunião, foram debatidos quatro temas com interface entre as duas secretarias: Resultados da aplicação do Soja Plus em Minas Gerais e também nos estados da Bahia e do Mato Grosso do Sul; Demanda de mercado por uma soja sustentável; Disponibilidade Hídrica e agricultura irrigada: como compatibilizar?; além de Esclarecimentos sobre Processo de Nulidade da Patente Intacta.

    Em sua fala, Germano Vieira destacou que a visita no Noroeste foi muito produtiva. “Pudemos estabelecer pontos comuns entre o setor da Agricultura e o de Meio Ambiente, pois acreditamos na produção sustentável e nas orientações do governador Romeu Zema para um apoio efetivo a quem quer produzir de forma correta, gerar renda e emprego”, ressaltou. O secretário afirmou ser possível a conciliação entre o desenvolvimento e a preservação ambiental, ao passo em que se busca tecnologia e modos de produção mais eficientes. “E ao mesmo tempo também é possível preservar todos os nossos recursos naturais que acabam por serem os insumos da produção”, afirma.

    O secretário classificou como muito valioso o estreitamento da confiança entre o setor produtivo e o planejamento que a Semad vem estabelecendo com a Seapa. “Temos dito que este é um ano importantíssimo para o setor agropecuário, em que o Governo de Minas trabalhará intensamente para solucionar e atender às principais demandas do Estado”, ressaltou.

    Receptividade

    Na avaliação da secretária Ana Valentini, o encontro foi uma excelente oportunidade para que o Meio Ambiente aumentasse sua interlocução com o setor da Agricultura.

    “O evento contou com a presença de produtores vindos de municípios do Noroeste de Minas e também do Triângulo Mineiro, como Uberaba, Patos de Minas, São Gotardo e outros que participaram para conhecer o trabalho e as diretrizes do Governo de Minas, especialmente a parceria estratégica entre Seapa e Semad, que estão trabalhando juntas para a sustentabilidade da agricultura em nosso estado”, afirmou a secretária.

    Segunda ela, foi grande a receptividade dos produtores para as políticas apresentadas pelas duas pastas. “As diretrizes do Sisema foram muito recebidas. Essa reunião foi uma oportunidade excelente para que a Seapa e a Semad participassem junto com os produtores da região, especialmente para que eles pudessem conhecer o secretário Germano, os pontos de vista dele e também conhecer como estamos trabalhando para melhorar o ambiente jurídico para produção rural em nosso estado”, destacou.

    A diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Melo, também participou do evento e tratou em sua fala dos temas disponibilidade hídrica e segurança hídrica, tendo em vista a necessidade de uso da água para irrigação, em propriedades rurais da região.

    Durante a passagem pelo Noroeste, os dirigentes visitaram, ainda, a Unidade Regional de Gestão da Água (Urga) Noroeste, onde puderam constatar a redução do passivo de outorgas, com eliminação de todos os processos de 2018. O encontro teve, ainda, a participação do Ministério Público de Minas Gerais, representado no evento pelo promotor regional do Meio Ambiente, Athaide Peres.

    Palestras

    Representando a Universidade Federal de Viçosa, o professor Aziz Galvão Júnior, apresentou os resultados do Soja Plus. O programa visa à atuação transparente e participativa da propriedade rural, em nível nacional, para atender às demandas de mercado por produtos sustentáveis.

    O programa é uma iniciativa da Associação Brasileira de Óleos Vegetais (Abiove), que capacita gratuitamente o produtor rural para melhoria da gestão da sua fazenda. “Dessa forma, o produtor recebe gratuitamente todo o apoio da universidade, apresentando-lhe um check list para que as atividades dentro de sua propriedade sejam sustentáveis, do ponto de vista ambiental, trabalhista, social e econômico”, afirmou Ana Valentini.

    Na prática, o Soja Plus atua com a distribuição de materiais, promoção de cursos sobre saúde e segurança no trabalho, adequação de construções rurais, regularização ambiental, dias de campo e visitas técnicas para monitoramento de indicadores de desempenho. Segundo a secretária, já foram atendidos mais de 6 mil produtores em todo o país e, em Minas, o programa está sendo ampliado.

    Por meio do Soja Plus, o que se busca é o aumento das oportunidades econômicas, com vistas a uma maior eficiência na produção da soja brasileira. As ações são implementadas em estreita parceria com os produtores rurais, governos estaduais e municipais, sociedade civil, indústria e comércio, instituições de pesquisa, ensino e extensão. Com isso, os resultados alcançados são a conservação dos recursos naturais, a governança das atividades produtivas e o bem-estar social de trabalhadores, produtores rurais e comunidades locais.

    Fonte: Agência Minas

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles