Programa oferece ferramenta para secretarias municipais de Educação fazerem autodiagnóstico da rede de ensino

Instrumento está inserido no Melhoria da Educação, realizado pelo Itaú Social

105
EDUCAÇÃO 222
Foto: Unsplash

Programa Melhoria da Educação, realizado pelo Itaú Social, disponibiliza ferramenta para que dirigentes municipais de educação possam realizar um autodiagnóstico da gestão da rede de ensino.

Voltado a identificar oportunidades de melhoria do acesso, permanência e aprendizagem na educação básica, o uso do autodiagnóstico é gratuito, autônomo e autodeclaratório, apenas quem responder tem acesso às informações colocadas e aos resultados obtidos. Nele, é possível avaliar quatro dimensões: gestão dos resultados educacionais; gestão pedagógica; planejamento e gestão administrativa; e participação, ações colaborativas e controle social.

Ao final do processo de preenchimento do autodiagnóstico, o dirigente municipal poderá conferir as classificações por níveis e os resultados da sua rede.

A ferramenta está disponível no site: www.melhoriadaeducacao.org.br.

Fonte: Brasil 61 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCurso de Aperfeiçoamento em Educação e Tecnologia é disponibilizado pelo MEC
Próximo artigoPlataforma oferece agilidade a gestores públicos e transparência a população
Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.