Alunos de Bonfinópolis participam da Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais

580
IMG 8706 1
Turma do EJA dança forró, que não pode faltar nas festas de Bonfinópolis

Esta é a 7ª edição do evento, que, neste ano, tem como tema Culinária e Patrimônio

Os alunos da Escola Municipal João Luiz dos Santos, no Bairro Brasilinha, em Bonfinópolis de Minas, participaram da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, na manhã dessa terça-feira (27). O evento integra as comemorações do Dia do Patrimônio, celebrado em 17 de agosto, pelo Iepha – MG (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico). Este ano, o tema escolhido foi Culinária e Patrimônio, com a proposta de resgatar e ensinar tradicionais receitas das regiões e o preparo dos alimentos.

Durante o evento, o público assistiu ao vídeo em que dona Isabel Alves demonstra como é feita a sua receita de Mané Pelado (bolo a base de mandioca). O passo a passo foi dado na fazenda Cana Brava, acompanhado pela equipe do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e por estudantes do EJA (Ensino de Jovens e Adultos). Além do bolo, o biscoito de vidro também foi produzido na fazenda para serem saboreados ao final do evento. As iguarias são inventariadas pelo patrimônio cultural e estão no livro de receitas distribuído na Jornada.

Tímida, ao lado do filho, Osmar Batista, dona Isabel foi homenageada pelo prefeito municipal, Donizete Antônio dos Santos pela sua disponibilidade, de, aos 90 anos, contribuir para a perpetuação de suas receitas.

IMG 8693 1
Dona Isabel é homenageada pelo prefeito e pelos apreciadores das tradicionais receitas

“Quero aqui homenagear a senhora Isabel, que está sempre ativa nas tradições daquilo que a gente tem que valorizar e da importância em valorizar o patrimônio, exatamente a cultura, exatamente porque não há nenhum povo sem cultura. Nós somos aquilo que nossos antepassados foram também. Então nós temos que sempre valorizar a cultura para que a gente tenha o presente e o futuro melhor ainda”, disse, Donizete.

Obras

Em obras desde junho, o prefeito anunciou que em breve vai entregar a escola reformada.  “A gente espera já nos próximos dias está iniciando a construção da praça logo ali à frente, já tem o processo de licitação e nos próximos dias quem sabe a gente inicia o trabalho ali para amenizar a poeira nesse período e no período chuvoso e para valorizar a frente da nossa escola, porque a escola tem que estar sempre valorizada e temos que valorizar desde os profissionais que trabalham aqui até a estrutura física”.

Apresentações

Antes de apreciar essas e outras delícias mineiras, as crianças fizeram apresentações de dança e puderam acompanhar a cantoria das fiandeiras e dos foliões, que também são tradição em Bonfinópolis.

IMG 8648 1
As crianças dançando para a plateia
meninas
Foto: divulgação Prefeitura
IMG 8690 1
As crianças assistem a demostração de como é o trabalho das fiandeiras, que cantarolam enquanto trabalham
IMG 8709 1
Os foliões também reforçaram a cultura das filias de Santo Reis.
IMG 8611 1
O folião, Sr. Geraldo foi o primeiro a se apresentar, tocando o Hino Nacional

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorINSS começa a pagar hoje a primeira parcela do 13º dos aposentados
Próximo artigoUso do fogo fica proibido por 60 dias em todo o território nacional
Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.