20.5 C
Brasília
sexta-feira, junho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Bonfinópolis de Minas está entre os municípios beneficiados com tratores

    O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes, realizou entregas de kits irrigação, kits feira e tratores na manhã desta terça-feira (21/6), em Belo Horizonte. Os itens e veículos beneficiarão a Fundação Educacional Caio Martins (Fucam) e um total de 14 municípios mineiros.

    Para o secretário Thales Fernandes os equipamentos apoiarão o trabalho das prefeituras. “As máquinas vão fazer parte da patrulha mecanizada desses municípios e atenderão, principalmente, os pequenos produtores nas demandas que exigem maquinário, como a aração, gradagem e produção de silagem, estimulando o aumento da produtividade. Isso é fazer desenvolvimento e dar suporte aos municípios”, avalia

    Tratores

    Os 12 tratores, no valor aproximado de R$ 190 mil cada, foram adquiridos pela Secretaria de Agricultura, via convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com recursos de emenda parlamentar de deputados federais.

    A entrega é parte do Plano Plurianual de Ação Governamental Mecanização no Campo e beneficiará 12 municípios mineiros: Visconde do Rio Branco, Francisco Sá, Miradouro, Vieiras, Martins Soares, Bonfinópolis de Minas, Natalândia, Frutal, Manhumirim, Medina, Prata e Santa Rita do Itueto.

    “Esta ação possibilitará aos municípios auxiliar a agricultura familiar, por meio da melhoria dos preparos de solos e da adoção de práticas sustentáveis nas explorações agropecuárias e plantios de grãos, melhorando a produtividade e a renda dos agricultores”, relata o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário, João Denilson Oliveira.

    Kits

    Os kits irrigação, por sua vez, são fruto de um investimento da própria Seapa, por um valor total de cerca de R$ 15 mil, como parte do Plano Plurianual de Ação Governamental Agricultura Irrigada Sustentável – Educação para o Campo.

    Ao todo, são 12 caixas d’água e 12 conjuntos para irrigar áreas de 500 m², compostos por filtro, mangueira, conexões e tubulações. Eles têm como destino a Fucam, dois para cada unidade da instituição.

    “Esses kits de irrigação irão compor um trabalho exemplar realizado pela Fucam, principalmente com os alunos do ensino médio profissionalizante, em que os alunos poderão aprender sobre os equipamentos, bomba de irrigação, aspersor, além de conhecer todo o potencial da agricultura irrigada”, afirma o secretário Thales Fernandes.

    O projeto, em parceria com a fundação educativa e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), tem em vista a aplicação de tecnologias agropecuárias à pequena produção, com foco na agricultura irrigada sustentável e na agroecologia. As ferramentas serão utilizadas na formação de jovens e seus familiares, com os objetivos de geração de renda e de dar condições para a permanência da juventude no campo.

    A presidente da Fucam, Geraldina Souza, ressaltou a importância da atuação conjunta com o Sistema Estadual da Agricultura. “Esta parceria com a secretaria e a Emater-MG tem possibilitado ofertas de cursos profissionalizantes na área da agricultura e pecuária, levando conhecimento para o agricultor e o seu filho, para que eles produzam com qualidade, garantindo renda e dignidade para sua família”, comenta.

    Já os kits feira são fruto de emendas parlamentares de deputados estaduais. Eles consistem em barracas, que serão utilizadas na organização das feiras livres nos municípios de Pingo d’Água, São Gonçalo do Sapucaí e Frutal.

    Mais de 52 agricultores familiares serão beneficiados com o recebimento dos kits feira. A diretora de Comercialização e Mercados da Seapa, Jaqueline de Fátima Santos, explica que esses espaços de comércio são importantes para o escoamento da produção dos pequenos agricultores, complementando a renda dos produtores e diversificando o mercado urbano.

    “Para o bom funcionamento desse sistema de comércio de produtos agrícolas, é fundamental que haja um investimento mínimo em infraestrutura, permitindo que a atividade se desenvolva e incentive a participação de cada vez mais produtores e suas associações”, afirma Jaqueline.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES