20.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 17, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Encontrados os dois últimos corpos de vítimas de tragédia em Capitólio

    Os corpos das duas últimas vítimas, que ainda estavam submersas, após o desabamento de cânion, em Capitólio (MG), nesse sábado (8/1), foram encontrados agora à tarde, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. A tragédia matou dez pessoas da lancha com o nome Jesus, atingida diretamente pela rocha. No total, 32 pessoas ficaram feridas.

    O oitavo corpo foi resgatado na manhã deste domingo (9/1). Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Passos (MG), onde estão sendo identificados com a ajuda de papiloscopistas enviados pela Superintendência da Polícia Federal em Belo Horizonte.

    A maioria dos feridos já foi liberada. Mas pelo menos duas pessoas tiveram fraturas expostas e passaram por cirurgias em hospitais da região.

    A polícia afirmou que todas as pessoas que estavam na lancha eram conhecidas entre si e estavam hospedadas na mesma pousada na cidade de São José da Barra, no Sul de Minas.

    Veja o perfil das vítimas fatais. Felizmente não havia nenhuma criança pequena na lancha atingida. O mais jovem era um adolescente de 14 anos

    Homem, 40 anos, natural de Betim (MG) – seria o piloto
    Mulher, 43 anos, natural de Cajamar (SP)
    Mulher, 18 anos, natural de Paulínia (SP) – filha da mulher de 43 anos
    Homem, 67 anos, natural de Anhumas (SP)
    Mulher, 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG) – Esposa do homem de 67 anos
    Homem, 37 anos, natural de Itaú de Minas (MG) – Filho do homem de 67 anos
    Homem, 14 anos, natural de Alfenas (MG) – Neto do homem de 67 anos
    Homem, 24 anos, natural de Campinas (SP)
    Homem, 35 anos, natural de Passos (MG)
    Homem, 68 anos, natural de Alpinópolis, no Sul de Minas



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES