20.5 C
Brasília
quinta-feira, maio 23, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Governo de Minas e parceiros lançam campanha SOS Chuva 2023/2024

    A campanha SOS Chuva 2023/2024 foi lançada, nesta segunda-feira (2/10), em evento com a participação do governador Romeu Zema, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/BH), em Belo Horizonte. A iniciativa tem como objetivo atender à demanda de municípios em casos de situação de emergência e/ou calamidade confirmados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), além de arrecadar suprimentos e realizar doações para famílias afetadas pelo período chuvoso.

    A ação é coordenada pelo Serviço Social Autônomo (Servas) em parceria com a Cruz Vermelha (CVB/MG), e conta com apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

    A nova campanha SOS Chuva vai de 1/11/2023 a 31/3/2024. Além da arrecadação dos itens essenciais como alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e limpeza, a campanha também vai receber doações via Pix.

    Na solenidade, o governador destacou a importância de se ter uma rede de proteção preparada para agir em caso de tragédias, e ressaltou que a proximidade com a população é um diferencial do modo de agir do Governo de Minas.

    “Talvez nenhum outro governador tenha passado pelos momentos que passei à frente do Governo de Minas. Logo em janeiro de 2019, com apenas 25 dias de governo, tivemos a tragédia de Brumadinho, que tirou a vida de 272 pessoas. E, um ano e dois meses após isso, veio a pandemia. Então, tivemos momentos muito difíceis. E eu posso dizer que ter uma rede de proteção já estruturada é de fundamental importância. Além disso, em todas as vezes que tivemos momentos difíceis, fiz questão de estar presente, pessoalmente. Quem vai no chão de fábrica compreende melhor o que está acontecendo. Nada melhor do que conversar, escutar e olhar nos olhos de quem foi diretamente afetado”, disse.

    No evento, a Cruz Vermelha ainda concedeu uma homenagem a todos que contribuíram – e contribuem – ativamente na prestação de assistência à população. O governador Romeu Zema e os parceiros que participam e apoiam a campanha foram homenageados com o prêmio Clóvis Salgado.

    SOS Chuva

    A última edição do SOS Chuva foi realizada de novembro/2022 a abril/2023. No período, foram arrecadados mais de R$ 1,5 milhão em doações. Ao todo, 43 mil pessoas foram atendidas em 245 municípios mineiros. Foram entregues 33,7 mil cestas básicas, 11,6 mil kits de higiene pessoal, 9,6 mil colchões e 8,4 mil kits dormitórios. Além disso, outros 6,6 mil kits de limpeza foram distribuídos e 1,3 mil litros de água.

    A campanha conta com o apoio do Governo de Minas, por meio da e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-BH).

    Para a presidente do Servas, Christiana Renault, a ação integrada dos órgãos melhora o atendimento à população atingida.

    “Em Minas Gerais, nós estamos lidando com os desastres causados pela chuva e com a ajuda humanitária de maneira integrada. Nós entendemos que o Servas, a Sedese, o Ministério Público, a CDL, a Defesa Civil e a Cruz Vermelha Brasileira, têm expertises, habilidades e capacidades particulares. Mas somos mais fortes atuando em rede, alcançando um atendimento mais completo, mais assertivo, mais urgente e mais capaz de atender aquilo que as pessoas que são vitimadas pelo excesso de chuvas precisam. E trabalharemos novamente para que o atendimento seja o melhor possível”, afirmou.

    Cartões humanitários

    Os valores arrecadados em doações serão convertidos em Cartões Humanitários, um programa de transferência de renda, que será distribuído para a população atingida pelas chuvas. Por meio do cartão, a ajuda humanitária é mais assertiva, pois possibilita à população a usar o valor naquilo que realmente precisa. Além de ajudar o comércio da área afetada, ajudando a movimentar a economia local. Na campanha 2022/2023, cerca de 2,1 mil 18 cartões humanitários foram entregues aos afetados.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES