20.5 C
Brasília
quinta-feira, maio 23, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Quase 500 cadeiras de rodas serão entregues no primeiro trimestre

    Teve início neste mês a entrega das cadeiras de rodas adquiridas pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) em contrato assinado no início do ano. As 79 cadeiras do modelo tetraplégico anatômico começaram a ser entregues aos pacientes no início de fevereiro. A entrega de todas as unidades deve ser concluída até o fim do mês. Já as 400 cadeiras de rodas paraplégica adulta estão sendo organizadas, em ritmo de força-tarefa, para ter a entrega iniciada ainda esta semana pelo Núcleo de Produção de Órteses e Próteses (Nupop) da SES-DF.

    “Nunca vi uma cadeira tão bonitinha como essa! Com esta cadeira de rodas, poderemos utilizar o transporte público para ir até a escola”, celebrou Eulalia de Brito, mãe do pequeno Miguel, contemplado com uma cadeira tetraplégica anatômica | Fotos: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

    O pequeno Miguel, de 1 ano e 10 meses, diagnosticado com mielomeningocele e malformação de chiari tipo 2, foi um dos contemplados na quarta-feira (7). A mãe Eulalia de Brito, de 39 anos, comemorou o primor do produto e a entrega em boa hora. “Nunca vi uma cadeira tão bonitinha como essa! Ele irá começar a frequentar as aulas no próximo dia 19. Com esta cadeira de rodas, poderemos utilizar o transporte público para ir até a escola”, celebrou.

    Ainda neste mês, há a previsão da chegada de um novo lote com 86 cadeiras do modelo tetraplégico anatômica. Ao todo, até o fim do ano, a expectativa é de fornecimento de 375 unidades do produto. Com o somatório, os pacientes na lista de espera para o modelo deverão ser inteiramente atendidos.

    As cadeiras tetraplégico anatômica entregues possuem cinco tamanhos diferentes e têm adaptações específicas às crianças com déficit de controle de tronco e cervical

    “As requisições são muito dinâmicas. Temos lista para cada um dos modelos e dos tamanhos dos produtos que ofertamos. A cada dia surgem novos solicitantes. Buscamos, assim, fazer entregas regulares a fim de acompanhar a dinamicidade dessas requisições”, explica a chefe do Nupop, Mariane Ramos.

    As cadeiras tetraplégico anatômica entregues possuem cinco tamanhos diferentes e têm adaptações específicas às crianças com déficit de controle de tronco e cervical. Cada produto possui garantia de um ano para defeitos de fábrica, oferecida pela empresa contratada.

    Confecção e entrega de materiais ortopédicos

    O Nupop compõe a Oficina Ortopédica juntamente com o Núcleo de Atendimento Ambulatorial de Órteses e Próteses e Materiais Especiais (Naopme), situado na Estação de Metrô 114 Sul, na Praça do Cidadão.

    As cadeiras tetraplégico anatômica possuem cinco tamanhos diferentes e têm adaptações específicas às crianças com déficit de controle de tronco e cervical. Até o fim do ano, a expectativa é de fornecimento de 375 unidades

    O Nupop e o Naopme são responsáveis pela avaliação, acompanhamento e encaminhamento de pacientes para confecção e entrega de materiais ortopédicos ambulatoriais.

    Para obter os produtos, o cidadão precisa realizar o cadastro presencial no Naopme, de posse da documentação original solicitada. No próprio local, é feita a avaliação por um fisioterapeuta. O fornecimento é realizado por ordem de inscrição e está condicionado à disponibilidade de cada um dos materiais em estoque.

    Confira o fluxo para obter uma cadeira de rodas.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES