20.5 C
Brasília
domingo, maio 19, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Wi-Fi Social é lançado na Rodoviária Interestadual de Brasília

    Mais um ponto do Wi-Fi Social foi inaugurado pelo Governo do Distrito Federal. Desta vez, a Rodoviária Interestadual de Brasília foi o espaço beneficiado com a instalação do ponto gratuito de internet. O serviço foi lançado na tarde desta sexta-feira (25) e, agora, todas as pessoas que circulam pelo local passam a ter acesso ao benefício. Com esse lançamento, o governo passa a oferecer conexão gratuita em 138 pontos do DF e já contabiliza 130 milhões de acesso.

    “Só conseguimos fazer conectividade em Brasília se tivermos internet em toda a cidade, aqui [Rodoviária] é uma ampliação do Wi-Fi Social em um ponto público que sabemos que tem muita gente que vai aproveitar”, afirma o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Gustavo Amaral. “Nosso outro projeto, agora, é disponibilizar a conexão nas áreas rurais de Brasília e nas regiões que têm maior carência social no DF, e juntamente com isso pretendemos colocar internet em todo DF e proliferar o Wi-Fi, que é um serviço essencial”, divulga Amaral.

    Gustavo Amaral quer levar a internet a áreas rurais e às regiões de maior carência social no DF | Fotos: Lúcio Bernardo Jr./ Agência Brasília

    A Secti desenvolveu o projeto e é responsável por fiscalizar a operacionalização dos serviços. A disponibilização do sistema é feita por empresas parceiras previamente cadastradas. “Não há investimento do GDF para a oferta da conexão. Os pontos que têm interesse no serviço entram em contato com a Secretaria, que faz a ponte com as operadoras e eles são os responsáveis pela instalação dos equipamentos e por operar o benefício”, explica Vinícius Ventura, o subsecretário de Inovação, Capacitação e Inclusão Digital.

    De acordo com Ventura, um novo edital será lançado nas próximas semanas para o cadastramento de novas operadoras de internet. “Vamos lançar o Wi-Fi Social 2.0 com novas regras e a ampliação do tempo de conexão para os usuários aproveitarem mais. Temos a previsão de até o fim do ano ofertar mais 20 pontos de rede”, destaca.

    Pontos de conexão

    A aposentada Maria Goretti de Freitas acredita que a iniciativa “será muito importante e vai ajudar a todos”

    O projeto de inclusão digital é voltado a áreas públicas de grande circulação de pessoas. Passam mensalmente pelo Terminal Rodoviário cerca de 140 mil viajantes, segundo dados do Instituto de Pesquisa e Estatística do Distrito Federal (IPEDF).

    A aposentada Maria Goretti de Freitas, 61 anos, que estava prestes a embarcar para Unaí (MG), gostou da iniciativa. “Eu acho que será muito útil, pois muitas pessoas não têm internet no celular, e deixam de se comunicar com outras. Será muito importante e vai ajudar a todos”, acredita.

    A vendedora Miriam Carvalho, 27, que trabalha em um quiosque no Terminal, conta que já teve que emprestar o celular para outras pessoas mandarem mensagem por falta de internet. “ Muita gente precisa, às vezes para falar com algum parente, pedir para buscar e aí eles pedem meu celular emprestado. Eu também já utilizei o serviço, só que na estação do Metrô, em um momento que estava sem internet no meu aparelho. Facilita muito e acredito que vai ajudar bastante as pessoas”, diz.

    Lançado em 2019, a iniciativa já contabiliza mais de 130 milhões de acessos. O programa contempla comunidades carentes, escolas, feiras permanentes, parques, unidades de pronto atendimento (UPAs), hospitais, bibliotecas públicas e rodoviárias.

    Saiba como acessar o Wi-Fi Social DF:

    Ligue o Wi-Fi do seu aparelho celular;
    Escolha uma rede que tenha o nome Wi-Fi Social;
    Aguarde a tela de cadastro e preencha todos os dados;
    Aceite os termos de uso e as políticas de privacidade;
    Importante: Veja a publicidade;
    Pronto, você está conectado ao Wi-Fi Social DF;
    O tempo máximo de conexão é de 30 minutos para cada sessão. Ao término de uma sessão, basta o cidadão acessar a rede novamente para iniciar uma nova sessão de 30 minutos.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES