20.5 C
Brasília
domingo, julho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Estado vai investir até R$1,2 milhão para fomentar a modernização de bancos de alimentos municipais

    Em mais uma iniciativa de promoção da segurança alimentar e nutricional no estado, o Governo de Minas vai investir até R$ 1,2 milhão para modernizar bancos de alimentos municipais, importantes espaços que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social.

    Resultado preliminar do edital, divulgado nesta sexta-feira (21/6), habilitou 20 municípios que terão acesso ao recurso de R$ 60 mil. O repasse será realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais (Sedese-MG) e vai possibilitar que os bancos de alimentos ampliem a capacidade de atendimento.

    “Os bancos de alimentos atuam diretamente na promoção do direito humano à alimentação adequada. O esforço contínuo do Governo de Minas garante uma ampliação de parcerias na doação de alimentos, o que permite o aumento no número de pessoas atendidas”, destaca a assessora-chefe de Segurança Alimentar da Sedese, Joana Brant.

    A modernização dos bancos de alimentos municipais busca melhorar os serviços oferecidos, auxiliando no combate à fome e evitando o desperdício de alimentos. “Essa iniciativa é fundamental para complementar as necessidades nutricionais, especialmente da população em situação de vulnerabilidade social e alimentar,” enfatiza Joana Brant.

    Resultado

    O edital de fomento à modernização foi direcionado a bancos de alimentos, geridos pelas prefeituras, que apresentassem estrutura e capacidade técnica adequadas, em conformidade com as normas sanitárias vigentes, e com as normas de funcionamento estabelecidas pela legislação vigente.

    Foram habilitados os 20 municípios por meio de pontuação, de acordo com os critérios estabelecidos no Edital.

    Confira a classificação completa

    Inhapim – 12,6
    Piedade de Caratinga – 12,6
    Bugre – 11,6
    Santa Maria do Suaçuí – 11,6
    Governador Valadares – 11,4
    Belo Horizonte – 11,4
    Ribeirão das Neves – 11,4
    Vermelho Novo – 10,6
    Engenheiro Caldas – 10,4
    Caratinga – 10,4
    Mesquita – 9,6
    Peçanha – 9,6
    Raul Soares – 9,4
    São Domingos das Dores – 9,4
    Ipaba – 9,4
    Pingo D’Água – 9,4
    Gonzaga – 8,6
    Entre Folhas – 8,4
    José Raydan – 7,4
    Guaranésia – 7,0
    O resultado é preliminar, uma vez que os municípios têm até o dia 28/6 para interpor recursos, utilizando o e-mail asa@social.mg.gov.br. O resultado final será divulgado no dia 2/7.

    Para celebração do convênio e repasse do recurso, os municípios devem apresentar os documentos necessários e as contrapartidas exigidas. O repasse só será realizado após o período de vedação eleitoral.

    Política pública

    Em 2022, a Sedese investiu cerca de R$ 160 mil para incentivar oito Bancos de Alimento em Conselheiro Pena, Uberaba, Pingo d’Água, Santana do Paraíso, Ubaporanga, Engenheiro Caldas, Piedade de Caratinga e Formiga. Cada espaço selecionado pôde ter acesso a R$ 20 mil para ampliar a capacidade de recebimento, armazenamento e distribuição de alimentos.

    Em maio deste ano, a Sedese lançou o segundo edital para fomento aos bancos de alimentos. “A expectativa é que, com a modernização promovida pelo Governo de Minas, outros bancos possam atender mais pessoas, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional no estado”, reforça Joana Brant.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES