Governo de Minas anuncia o projeto Trilhas de Futuro – Educadores

Ação disponibiliza 42 mil vagas gratuitas em cursos de pós-graduação e é a maior iniciativa de formação continuada já oferecida a servidores da Educação. Os profissionais que desejam participar da iniciativa devem ficar atentos ao período de inscrição. O cadastro para os cursos de pós-graduação lato sensu (especialização e MBA) deverá ser feito no período de 4 a 13/5, exclusivamente pela internet. A previsão é a de que as aulas tenham início em 30/6

540
sala de aula
Foto: Gil Leonardi/ Imprensa Minas Gerais
Publicidade

Quando um governo investe na qualificação de seus profissionais, está investindo também na qualidade do atendimento prestado à comunidade. E, neste Dia Mundial da Educação (28/4), o Governo de Minas reforça esse compromisso, com a apresentação do “ Trilhas de Futuro – Educadores”.

A ação tem por objetivo atender às demandas relacionadas à formação continuada, capacitação e aperfeiçoamento profissional do quadro de pessoal da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e representa a maior oferta de pós-graduação já realizada aos servidores do Estado.

“Esta é a maior iniciativa de formação continuada realizada em Minas e no Brasil. Contará com investimento de mais de R$ 240 milhões do Estado. Serão diversas opções de cursos na modalidade de educação a distância (EAD). Para os profissionais, essa é uma possibilidade de avanço na carreira, mas que também resultará na melhoria da qualidade do ensino ofertada aos estudantes mineiros”, destacou o governador Romeu Zema, em vídeo divulgado nesta quinta-feira, anunciando a iniciativa.

Em ação

No Trilhas de Futuro – Educadores serão disponibilizados cursos de pós-graduação lato sensu (especialização e MBA) e stricto sensu (mestrado e doutorado), por instituições de ensino superior, públicas ou privadas, previamente credenciadas. O credenciamento das instituições interessadas foi feito pela SEE/MG no início deste ano.

Serão mais de 42 mil vagas em cursos que dialogam com a prática dos profissionais da educação, como ensino da matemática, Libras, coordenação pedagógica, educação integral, gestão pública, alfabetização e letramento, artes, entre outros.

O principal objetivo da iniciativa é capacitar os profissionais da Educação, por meio da oferta de formação continuada, visando também à melhoria dos serviços prestados aos estudantes das escolas estaduais. Além disso, a ação possibilita o desenvolvimento profissional dos servidores da Educação, que podem avançar em suas carreiras (por meio das promoções previstas na legislação vigente), e também a aproximação da educação básica com as instituições de ensino superior do estado.

“O programa se destaca pela diversidade na oferta de cursos, com grande abrangência de conteúdos. A SEE/MG fez um levantamento cuidadoso das necessidades de formação dos profissionais das mais variadas carreiras e terá oferta de cursos em todas as regiões do estado”, explica a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna.

As vagas para os cursos do programa serão custeadas pela SEE/MG, sendo gratuita a participação do profissional selecionado para as formações.

Poderão participar servidores da SEE/MG com graduação em licenciatura, bacharelado ou superior tecnológico, ocupantes de cargo efetivo e estável das carreiras de Professor de Educação Básica (PEB); Especialista em Educação Básica (EEB); Analista Educacional (ANE) / Analista Educacional/Inspetor Escolar (ANEI); Analista de Educação Básica (AEB); Técnico da Educação (TDE); Assistente Técnico de Educação Básica (ATB); Assistente de Educação (ASE). Também é necessário estar em exercício na Unidade Central, Superintendências Regionais de Ensino ou unidade escolar da SEE/MG, entre outros.

Os profissionais que participarem do Trilhas deverão se comprometer em continuar prestando serviço para a SEE/MG durante um período de três anos. Além disso, está previsto o ressarcimento ao Estado do valor correspondente ao financiamento do curso, nos casos de desistência ou evasão, após início do curso; desempenho insatisfatório ou reprovação; exoneração do cargo efetivo da SEE/MG, durante o período do curso ou após o seu término, sem cumprir a contraprestação.

Cronograma

Os profissionais que desejam participar da iniciativa devem ficar atentos ao período de inscrição. O cadastro para os cursos de pós-graduação lato sensu (especialização e MBA) deverá ser feito no período de 4 a 13/5, exclusivamente pela internet. A previsão é a de que as aulas tenham início em 30/6.

O cronograma para os cursos de mestrado e doutorado dependerá do cronograma/edital das Instituições de Ensino Superior (IES) credenciadas. Nesses casos, além dos critérios do programa, o candidato terá que passar pelo processo seletivo da instituição.

Dia Mundial da Educação

O Dia Mundial da Educação é comemorado nesta quinta-feira (28/4). A data é dedicada ao incentivo e conscientização sobre a importância da educação, seja escolar, social ou familiar, para a construção de valores essenciais na vida em sociedade.

A data foi instituída por líderes de 164 países – incluindo o Brasil – e simboliza o compromisso dessas nações com o desenvolvimento da educação até 2030. O Dia Mundial da Educação foi estabelecido na cidade de Dakar, no Senegal, durante o Fórum Mundial de Educação, realizado no ano 2000.

FONTEAgência Minas
Artigo anteriorPiscina com Ondas do Parque da Cidade será reformada
Próximo artigoInscrições para edital com R$ 4,5 mi para projetos de coleta coletiva terminam em 30/4
Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.