20.5 C
Brasília
terça-feira, maio 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Minas lança plataforma para conectar oportunidades de negócios voltadas ao turismo

    imagem de destaque
    Dirceu Aurélio / Imprensa MG

    O Governo de Minas, por meio da Invest Minas – agência vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG) – lançou na tarde desta terça-feira (16/4), na WTM Latin America 2024, em São Paulo, plataforma digital criada para facilitar a identificação de espaços com potencial para abrigar equipamentos turísticos no estado.

    A ação contou com participação do vice-governador, Professor Mateus, o presidente da Invest Minas, João Paulo Braga e o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas de Oliveira, entre outras autoridades.

    A “Invest Minas Tur” será um facilitador para a atração de investimentos no setor, uma vez que possibilitará conexão direta dos investidores com potenciais parceiros.

    O objetivo é dar visibilidade às diversas oportunidades existentes em Minas Gerais, por meio de uma vitrine na qual proprietários de imóveis e gestores municipais possam apresentar atrativos e, assim, ampliar as chances de obter recursos para a concretização de empreendimentos.

    “Só tenho que parabenizar todas as equipes que fizeram parte desse trabalho. Não é à toa que Minas Gerais tem crescido no turismo. Isso é resultado de muito trabalho. Por isso, parabenizo o Invest Minas por mais esse feito”, destacou o vice-governador.

    Professor Mateus também reforçou o potencial de desenvolvimento do turismo em Minas, por meio de incentivadores como a agência de investimentos.

    “A gente fica muito feliz com cada iniciativa, mas em algumas áreas precisamos de grandes investimentos. Esses grandes investimentos estruturantes, com a atração de grandes players do trade internacional, passam pela Invest Minas”.

    Parcerias

    O projeto foi desenvolvido em conjunto, ainda, pelas secretarias de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG), tendo como parceiros a Codemge, o Sebrae Minas e a Fecomércio, que vão auxiliar na divulgação da plataforma no interior do estado e na busca por oportunidades de negócios em toda Minas Gerais.

    “A ‘Invest Minas Tur’, ao conectar investidores e potenciais parceiros, irá propiciar o surgimento de novos negócios, fazendo com que o turismo siga sendo esse grande gerador de empregos, renda e desenvolvimento econômico em Minas Gerais”, destacou o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas de Oliveira.

    Números

    Desde 2022, o Governo de Minas, por meio da Invest Minas, tem trabalhado de forma ativa na atração de investimentos para o turismo no estado, alcançando a marca de R$ 3,7 bilhões atraídos no período, e mais de 20 mil empregos gerados.

    A plataforma “Invest Minas Tur” foi desenvolvida completamente in house, ou seja, com a própria equipe de TI da Agência, que buscou uma solução digital para apresentar os produtos de maneira mais eficiente, compondo um portfólio vivo das potencialidades turísticas.

    “Nossa intenção é que este seja um projeto piloto para que possamos fazer o mesmo com outros setores da economia e, assim, promover o desenvolvimento de uma forma ampla e dinâmica”, destaca o presidente da Invest Minas, João Paulo Braga.

    Como funciona

    O sistema será autogerido pelos usuários, que poderão fazer buscas ou cadastrar as suas oportunidades, como terrenos e imóveis públicos ou privados, diretamente na plataforma.

    “A ferramenta irá permitir direcionar melhor as oportunidades, gerando valor para o turismo e renda para as comunidades”, explicou a assessora estratégica para a Economia do Turismo da Invest Minas, Anamélia Tagliaferri.

    A plataforma permite fazer a busca utilizando diversos filtros, como por tipo de oportunidade (terrenos, prédios, parques, turismo rural, de natureza, de saúde, etc), tipo de operação (venda, cessão, doação, etc) e situação (se está em funcionamento, em fase de projeto, desativado, etc).

    Além disso, disponibiliza um mapa com os municípios destacados, a fim de estimular a vocação local para o turismo.

    Exporta Minas

    Outro anúncio feito pelo Estado na feira é o Exporta Minas. Desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), o objetivo é diversificar as exportações dos produtos mineiros, em especial, aqueles que compõem a cozinha mineira.

    “Precisamos lembrar que para isso a produção deve ser certificada. Precisamos estar aptos a exportar, não é simplesmente incentivar. Temos que nos preparar, nos capacitar, fazer com que o pequeno se torne médio, que o médio ganhe uma estrutura, mas não perca o artesanal. Todas essas riquezas gastronômicas que estamos vendo aqui estarão nos próximos anos disponíveis em outros países”, disse o vice-presidente da Codemge, Leonardo Bortoletto.

    O ExportaMinas é inspirado no modelo francês de difusão da cultura alimentar pelo mundo. Em um primeiro momento, o programa pretende estruturar serviços de assessoria técnica aos produtores locais e instalar “casas da gastronomia mineira” nos principais mercados mundiais, como Estados Unidos, Europa e Oriente Médio.

    A meta em cinco anos é habilitar para exportação os principais produtos da gastronomia mineira com utilização do “Selo Verde”.

    No programa, quatro passos serão importantes para viabilizar a exportação de produtos típicos mineiros.

    Primeiramente, será preciso identificar os produtores com afinidade com o projeto. Depois, serão construídas parcerias para tratar os entraves já identificados. O terceiro passo será a elaboração do projeto-piloto, franquias de Minas no mundo e, por último, a replicação do projeto para outros produtores mineiros e setores da economia.

    Representação da gastronomia mineira

    Durante a participação na feira, Professor Mateus comandou o Cozinha Viva, com o prato “risoto uai”, costelinha ao molho de goiabada defumada.

    No estande de Minas no evento, a cozinha mineira está sendo apresentada por time 100% feminino. São três chefs mineiras cozinhando delícias típicas do estado, levando toda a mineiridade para São Paulo. Elas ajudaram o vice-governador a fazer a receita, servida para os visitantes.

    “A cozinha mineira é central, não é à toa que os nossos estandes têm a cozinha no centro. Também não é à toa que nós estamos sempre falando da cozinha mineira. A cozinha é um traço da nossa identidade mineira. Tudo que ocorreu aqui hoje foi uma coisa encantadora. Ter a oportunidade de cozinhar do lado da Val, do lado de dona Marlene, da Lia, da Pri, que são pessoas que põem carinho, coração no que estão fazendo”, declarou Professor Mateus.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES