20.5 C
Brasília
sábado, abril 13, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Hipertensos que tomam Losartana e Valsartana devem verificar se o lote dos medicamentos está entre os recolhidos pela Anvisa

    A orientação é que os pacientes não suspendam o uso dos medicamentos e apenas façam a substituição o mais breve possível, caso o lote esteja na lista

    Os moradores de Bonfinópolis de Minas, que têm hipertensão e tomam Losartana ou Valsartana  para controlar a pressão arterial devem verificar se os lotes dos remédios, que estão em casa, estão entre os 200 que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) retirou do mercado em todo o país.

    De acordo com a notícia veiculada no Jornal Nacional, nessa sexta-feira (10), os lotes recolhidos dos medicamentos estão contaminados e contém impurezas que podem aumentar o risco de ter câncer, mesmo que, segundo a Anvisa, a longo prazo e em baixos níveis de contaminação. A presença dessas impurezas foi descoberta na Europa, em 2018, segundo a instituição.

    Outro ponto que a agência enfatizou foi que os pacientes não devem suspender o uso dos medicamentos, mesmo que estejam na lista. “Se o indivíduo parar de tomar o remédio, pode ter um aumento elevado da pressão, derrame cerebral, ataque cardíaco ou infarto do miocárdio”, ressaltou o presidente do Departamento de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Rui Póvoa, à reportagem do JN.

    O farmacêutico Lucas Silva da Drogaria São Pedro, em Bonfinópolis de Minas, explicou que a Vigilância em Saúde do município já recolheu os lotes suspensos dos dois medicamentos e que os pacientes, que compraram os remédios na drogaria, há sete dias, podem fazer a troca. Passado esse prazo os consumidores devem entrar em contato no 0800 do fabricante para substituir o remédio. ”

    Confira aqui a lista com os números de lotes dos medicamentos que devem ser substituídos. O número fica na caixa do medicamento. A Anvisa publicou, ainda, uma nota para tirar dúvidas dos pacientes sobre o assunto.

     

     

    Ana Paula Oliveira
    Ana Paula Oliveirahttp://www.diariodebonfinopolis.com.br
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.

    Related Articles

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Stay Connected

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir
    0InscritosInscrever
    - Advertisement -spot_img

    Latest Articles