Mais de 200 pessoas já receberam a vacina contra a gripe em Bonfinópolis de Minas

1006
1 1
1 1
Publicidade

Por conta do feriado de Sexta-Feira da Paixão (19), a vacinação será suspensa de quinta-feira até domingo em Bonfinópolis de Minas e será normalizada na segunda-feira (22/04) 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, causada pelo vírus Influenza, começou no última quarta-feira (10) e vai até 31 de maio. Em Bonfinópolis de Minas, os PSF’s (Programa Saúde da Família) Vandeir José Brandão e Edith Palma Borba, nos Bairros Arrozal e Brasilinha são os pontos em que a vacina está sendo aplicada. Segundo dados da Vigilância em Saúde do município, no ano passado 1.368 doses da vacina foram recebidas no município a cobertura vacinal foi de 103.56%. A expectativa é a de que, neste ano,  1882 recebam a dose.

Toda terça-feira a Vigilância em Saúde do município faz o balanço parcial da vacinação nas unidades de saúde. Até o momento, 286 doses foram aplicadas, no total, segundo a Vigilância.Por conta do feriado de Sexta-feira da Paixão (19), a vacinação será suspensa de quinta-feira até domingo e será normalizada na segunda-feira (22/04).

Nesta segunda-feira (15/4), a SES (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) lançou a campanha publicitária com materiais de divulgação para todas as unidades de saúde do estado, convocando as pessoas que fazem parte do grupo prioritário a procurarem uma unidade de saúde para vacinação. Por causa do feriado de Sexta-Feira da Paixão, a vacina será suspensa de quinta-feira até domingo e será normalizada

 

Durante a 9ª Conferência em Saúde de Bonfinópolis de Minas, na última quinta-feira (11), a coordenadora epidemiológica da Vigilância em Saúde do município, Laurianny Tavares  aproveitou para alertar sobre a importância da vacina e esclareceu dúvidas. “Muita gente acha que vai tomar a vacina e ficar gripado, tem gente que fala que a vacina mata. Muita gente não quer tomar. Muita gente cria essas coisas. Mas, depois de vários estudos de todos os vírus, depois de comprovadas várias mortes, a gente vê que o objetivo é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, explicou ao público presente. “A melhor forma de prevenção é a vacina, então, a gente que é do grupo prioritário tem que aproveitar”, enfatizou.

Grupo prioritário

Idosos com idades igual ou acima de 60 anos, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes em qualquer tempo da gestação, puérperas (mulher com bebê de até 45 dias), trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis (diabéticos, hipertensos e outras doenças pertencentes a esse grupo) e a população privada de liberdade, como presos e adolescentes em processo de socialização. Esse ano, além dos professores, os monitores de sala de aula de escolas públicas e privadas, irão receber a dose da vacina. A coordenadora lembrou que, mesmo os pacientes do grupo prioritário devem passar por uma consulta médica, antes de ir para a sala de vacinação. O médico irá avaliar a necessidade da medicação.

Dia D 

O sábado 4 de maio terá como foco o atendimento ao público que não consegue comparecer nas unidades durante a semana por causa do horário de trabalho e outros compromissos.

Moradores da zona rural

Os moradores das zonas rurais também serão atendidos nas próprias comunidades, a partir do agendamento feito pelos agentes de saúde. “O agente de saúde vai entrar em contato marcando o dia e horário, mas quem vier na cidade para outros compromissos pode procurar uma das unidades de atendimento para se vacinar”, destacou, Laurianny.