20.5 C
Brasília
sexta-feira, julho 19, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Mais de 200 pessoas já receberam a vacina contra a gripe em Bonfinópolis de Minas

    Por conta do feriado de Sexta-Feira da Paixão (19), a vacinação será suspensa de quinta-feira até domingo em Bonfinópolis de Minas e será normalizada na segunda-feira (22/04) 

    A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, causada pelo vírus Influenza, começou no última quarta-feira (10) e vai até 31 de maio. Em Bonfinópolis de Minas, os PSF’s (Programa Saúde da Família) Vandeir José Brandão e Edith Palma Borba, nos Bairros Arrozal e Brasilinha são os pontos em que a vacina está sendo aplicada. Segundo dados da Vigilância em Saúde do município, no ano passado 1.368 doses da vacina foram recebidas no município a cobertura vacinal foi de 103.56%. A expectativa é a de que, neste ano,  1882 recebam a dose.

    Toda terça-feira a Vigilância em Saúde do município faz o balanço parcial da vacinação nas unidades de saúde. Até o momento, 286 doses foram aplicadas, no total, segundo a Vigilância.Por conta do feriado de Sexta-feira da Paixão (19), a vacinação será suspensa de quinta-feira até domingo e será normalizada na segunda-feira (22/04).

    Nesta segunda-feira (15/4), a SES (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) lançou a campanha publicitária com materiais de divulgação para todas as unidades de saúde do estado, convocando as pessoas que fazem parte do grupo prioritário a procurarem uma unidade de saúde para vacinação. Por causa do feriado de Sexta-Feira da Paixão, a vacina será suspensa de quinta-feira até domingo e será normalizada

     

    Durante a 9ª Conferência em Saúde de Bonfinópolis de Minas, na última quinta-feira (11), a coordenadora epidemiológica da Vigilância em Saúde do município, Laurianny Tavares  aproveitou para alertar sobre a importância da vacina e esclareceu dúvidas. “Muita gente acha que vai tomar a vacina e ficar gripado, tem gente que fala que a vacina mata. Muita gente não quer tomar. Muita gente cria essas coisas. Mas, depois de vários estudos de todos os vírus, depois de comprovadas várias mortes, a gente vê que o objetivo é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, explicou ao público presente. “A melhor forma de prevenção é a vacina, então, a gente que é do grupo prioritário tem que aproveitar”, enfatizou.

    Grupo prioritário

    Idosos com idades igual ou acima de 60 anos, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes em qualquer tempo da gestação, puérperas (mulher com bebê de até 45 dias), trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis (diabéticos, hipertensos e outras doenças pertencentes a esse grupo) e a população privada de liberdade, como presos e adolescentes em processo de socialização. Esse ano, além dos professores, os monitores de sala de aula de escolas públicas e privadas, irão receber a dose da vacina. A coordenadora lembrou que, mesmo os pacientes do grupo prioritário devem passar por uma consulta médica, antes de ir para a sala de vacinação. O médico irá avaliar a necessidade da medicação.

    Dia D 

    O sábado 4 de maio terá como foco o atendimento ao público que não consegue comparecer nas unidades durante a semana por causa do horário de trabalho e outros compromissos.

    Moradores da zona rural

    Os moradores das zonas rurais também serão atendidos nas próprias comunidades, a partir do agendamento feito pelos agentes de saúde. “O agente de saúde vai entrar em contato marcando o dia e horário, mas quem vier na cidade para outros compromissos pode procurar uma das unidades de atendimento para se vacinar”, destacou, Laurianny.

     

     

     



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES