20.5 C
Brasília
terça-feira, maio 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Alô, Minas! leva cobertura de telefonia móvel e internet a 20 novas localidades mineiras e completa 70 antenas instaladas

    O programa Alô, Minas!, coordenado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG), ativou antenas de telefonia e de sinal 4G em 20 novos distritos e localidades de Minas Gerais. Juntas, as antenas beneficiam cerca de 14,3 mil pessoas. Com as instalações, o programa atingiu a marca de 70 antenas no estado.

    As antenas foram ativadas junto às operadoras de telefonia Tim e Vivo. Considerando todos os termos de compromisso do Alô, Minas! já assinados entre o Estado, municípios e operadoras, o programa está em processo de implementação em outros 87 distritos e localidades, com projeção de beneficiar mais de 110 mil pessoas até fevereiro de 2024.

    “O objetivo do Governo de Minas é levar, cada vez mais, melhorias para as comunidades. A conectividade garante uma gama de oportunidades para os cidadãos relacionadas à comunicação, negócios, educação, acesso aos serviços públicos digitais, entre outras. A ativação dessas antenas é um marco no desenvolvimento de Minas Gerais, convergindo esforços para promover a transformação digital em todo território mineiro”, destacou o gestor técnico do Alô, Minas!, Alber Duque.

    As novas 20 antenas foram instaladas nas localidades de:

    – Acode a Chuva, em Novo Cruzeiro;
    – Canabrava, em Curvelo;
    – Comunidade Santa Cruz dos Godinhos, em Ervália.
    – Palmeirinha, em Pedras de Maria da Cruz;
    – Povoado de Baixa Quente, em Araçuaí;
    – Povoado de São Gonçalo, em Espera Feliz;
    – São João Marques, na Chapada do Norte;
    – São José, em Esmeraldas;
    – Serraria, em Periquito;

    Além das localidades, foram contemplados os distritos:

    – Andiroba, em Esmeraldas;
    – Humaitá de Minas, em Juiz de Fora;
    – Morro Vermelho, em Caeté;
    – Palmeiras de Capela Nova, em Capela Nova;
    – Rancho Novo, em Caeté;
    – Santa Bárbara de Miradouro, em Miradouro;
    – Santa Cruz do Monte Alverne, em Miradouro;
    – Santo Antônio do Alto Rio Grande, em Bocaina de Minas;
    – São Luiz Gonzaga, em Jacutinga;
    – São Sebastião das Lajes, em Belo Vale;
    – Vila São José, em Campo Azul.

    Alô, Minas!

    O programa, lançado em 2020, faz parte do Minas Atende, projeto estratégico da Seplag-MG. O objetivo é levar sinal 4G para diversas localidades e distritos do interior de Minas que não contam com a tecnologia. A iniciativa permite que os cidadãos possam se comunicar com agilidade, encurtando distâncias e aumentando o potencial de geração de renda.

    Os municípios contemplados no Alô, Minas! têm responsabilidades como prover e disponibilizar terreno para que a operadora prestadora do serviço possa construir e instalar a torre de telefonia por um período de 20 anos, de acordo com aspectos técnicos para cobertura do sinal.

    As prefeituras devem construir e manter acesso para deslocamento até a torre, além de empenhar esforços para a tramitação ágil dos processos necessários como licenciamento ambiental, emissão de alvarás de construção e aprovação nos conselhos que tenham órgão municipal.

    Mais informações sobre o Alô, Minas! estão disponíveis neste link ou podem ser solicitadas pelo e-mail alominas@planejamento.mg.gov.br.

    As 70 antenas do Alô, Minas! já foram instaladas em:

    Candeias – distrito Vieiras Bravos;
    Frei Gaspar – localidade Cachoeira do Aranã;
    Rio do Prado – distrito Vila Formosa de Minas;
    Congonhas do Norte – distrito Santa Cruz de Alves;
    São Pedro da União – distrito Biguatinga;
    Carlos Chagas – localidade Mayrink;
    Arcos – localidade Ilha;
    Nova Ponte – localidade Parque das Árvores;
    São Gonçalo do Sapucaí – localidade Carneiros;
    Lassance – localidade Brejo;
    Berizal – localidade Povoado de Barreiros;
    Ponto dos Volantes – localidade Boa Vista de Santana;
    Dores de Guanhães – localidade Vila Esperança;
    Monte Sião – localidade Bairro Mococa;
    Taiobeiras – distrito Mirandópolis;
    Varzelândia – localidade São Vicente I;
    Varzelândia – localidade Brejinho;
    São João da Ponte – localidade Salvinópolis;
    São João do Paraíso – distrito Mandacaru do Paraíso;
    José Gonçalves de Minas – localidade Ijicatu;
    Piracema – localidade Costas;
    Aguanil – localidade Boticão;
    Cana Verde – distrito Cerradinho;
    Toledo – localidade Pereiras;
    Tocos do Moji – localidade Sertão da Bernardina;
    Cambuí – localidade Bairro Rio do Peixe;
    Rio Manso – distrito Bernardas;
    Alfredo Vasconcelos – distrito Potreiro;
    Bom Sucesso – distrito Machados;
    Nova União – localidade Carmo de União;
    Senhora dos Remédios – distrito Japão;
    Onça de Pitangui – distrito Jaguara de Minas;
    Candeias – localidade Vargem dos Pereiras;
    Caparaó – localidade Capim Roxo;
    Diogo de Vasconcelos – distrito Bela Vista;
    Esmeraldas – localidade Caracóis de Baixo;
    Esmeraldas – localidade Urucuia;
    Fervedouro – distrito Samambaia da Paz;
    Belo Vale – distrito Boa Morte;
    Ubá – localidade São Domingos;
    Monte Carmelo – Celso Bueno;
    Cascalho Rico – Santa Luzia da Boa Vista;
    Campestre – Posses de São Sebastião;
    Onça do Pitangui – Capoeira Grande;
    Patis – Casa Nova;
    São Francisco – povoado de Mocambo;
    São Francisco – povoado de Angical;
    Leme do Prado – distrito de Acauã de Minas;
    Carmópolis de Minas – localidade Japão Grande;
    Divinópolis – comunidade rural Buritis;
    Novo Cruzeiro – Acode a Chuva;
    Pedras de Maria da Cruz – Palmeirinha;
    Campo Azul – Vila São José;
    Chapada do Norte – São João Marques;
    Araçuaí – povoado de Baixa Quente;
    Curvelo – Canabrava;
    Periquito – Serraria;
    Esmeraldas – São José;
    Caeté – Rancho Novo;
    Miradouro – Santa Bárbara de Miradouro;
    Jacutinga – São Luiz Gonzaga;
    Esmeraldas – Andiroba;
    Caeté – Morro Vermelho;
    Miradouro – Santa Cruz do Monte Alverne;
    Espera Feliz – povoado de São Gonçalo;
    Capela Nova – Palmeiras de Capela Nova;
    Bocaina de Minas – Santo Antônio do Alto Rio Grande;
    Belo Vale – São Sebastião das Lajes;
    Juiz de Fora – Humaitá de Minas;
    Ervália – comunidade Santa Cruz dos Godinhos.



    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES