Gestores públicos de Bonfinópolis participam de oficina do Sebrae

325
IMG 0656 min 1
IMG 0656 min 1

Foram dois dias de curso com o objetivo de potencializar a capacidade de desenvolvimento econômico do município

Bonfinópolis de Minas recebeu a Oficina de Desenvolvimento Econômico Local (DEL), promovida pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), na última terça-feira (27), no Salão Paroquial da cidade. Foram dois dias inteiros de curso, voltado para os gestores públicos locais, como o prefeito, secretários e vereadores, com o objetivo de potencializar a capacidade de desenvolvimento econômico do município.

Prefeito de Bonfinópolis de Minas, Donizete Antônio dos Santos

 

A consultora do Sebrae Edna Germini veio da capital Belo Horizonte trazendo os conhecimentos, que podem dar o ponta pé inicial para impulsionar a criatividade dos gestores públicos de forma dinâmica. “Daqui podem sair soluções para construir, discutir ações de desenvolvimento e engajamento com o município. A ideia é criar aqui dentro, uma força local, um potencial local, que façam a diferença no município”, destacou a consultora.

consultora do Sebrae Edna Germini

O curso teve como foco cinco eixos: Capital Empreendedor (Pessoas com qualidade de vida); Tecido Empresarial (organizações que o município possui); Governança para o Desenvolvimento (União das lideranças e sociedade civil); Organização do Sistema Produtivo Local (As formas que as organizações se organizam) e Inserção Competitiva do Território (Tornar o município, vocação, participação de mercados nacional e internacional). Além da utilização do Canvans (Ferramenta desenvolvida para estimular a criação de modelos de negócios).

“O objetivo não é fazer um plano de negócios, mas servir como um laboratório, um ensaio de start de um plano de negócio para o município, focando em ações prioritárias, pontos fortes e atributos que a cidade pode desenvolver, com os índices locais, vocação e realidade”, explicou, Edna.

Segundo a consultora, o aprendizado com a oficina pode ser aplicado em ações de curto, médio e longo prazo. “Depende de como o grupo vai trabalhar a ideia. O ideal é trabalhar com o que é viável e ter visão de futuro”, disse, acrescentando que o plano de negócio trabalhado no curso pode servir como um norte para as lideranças saberem aonde querem chegar. “Sozinho ninguém constrói e a ideia é justamente unir as forças locais para fazer mudanças na cidade”, concluiu, Edna.

Um dos alunos do curso o prefeito Donizete dos Santos discursou antes da aula e destacou a importância da sociedade civil como um todo no desenvolvimento do município, de uma forma geral, ampliando a visão de futuro. “Que essa questão ultrapasse o plano de governo e seja uma política para que o município possa trilhar um caminho de desenvolvimento”, disse.

Segundo o prefeito, a Oficina DEL faz parte do Programa Líder do Sebrae de Desenvolvimento de Lideranças, que atua, em todo o Vale do Urucuia (Arinos, Bonfinópolis de Minas, Buritis, Cabeceiras – GO, Chapada Gaúcha, Formoso, Pintópolis, Riachinho, São Romão, Uruana de Minas e Urucuia).

Em reunião, os gestores dos municípios integrantes elegeram quatro eixos importantes para se trabalhar o desenvolvimento empreendedor no território: governança, sociedade civil organizada, empresários e turismo. “O objetivo é estruturar melhor a governança, envolvendo o terceiro setor, pecuária e agricultura, não esquecendo de se preocupar com a sustentabilidade ambiental”, explicou, Donizete.

Em Bonfinópolis foi acrescentado o eixo educação empreendedora, que teve como resultado inicial, a I Feira de Educação Empreendedora, realizada em 23 de novembro, na Escola Municipal Dercílio Duarte Melgaço. Além da Oficina DEL, outras ações motivadas pelo Programa Líder do Sebrae já foram realizadas, incluindo palestra com o ex-ministro do Turismo Luiz Barreto, em Arinos e Seminário Regional de Educação Empreendedora, em Unaí. Tudo isso no mês de novembro.

Na visão do prefeito de Bonfinópolis de Minas, a Oficina DEL serve para traçar diretrizes para alcançar o futuro almejado. “Por isso convoquei todos os secretários para participar, o capital empreendedor é fundamental. É errado pensar que o desenvolvimento é impulsionado pelo poder público. Ele é motivado pela sociedade civil, por aquelas pessoas que acreditam no município e investem nele. O papel do poder público é facilitar, mas quem promove, de fato, o desenvolvimento são os moradores”, afirmou, o gestor do município.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLívia Matos encerra mandato à frente da presidência da Câmara
Próximo artigoCélia Morais é empossada presidente da Câmara de Bonfinópolis
Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas. Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida.