20.5 C
Brasília
domingo, julho 21, 2024
Banner Anuncio
Mais...

    Comunidade Caldeirão abre a temporada de cavalgadas em áreas rurais de Bonfinópolis de Minas

    O público aproveitou a festa no galpão construído pela Prefeitura em parceria com a Câmara Municipal 

    Mais de cem cavaleiros e amazonas participaram da 7ª Edição da Cavalgada da Comunidade Caldeirão, nesse sábado (27). O evento abriu a temporada de cavalgadas, que já virou tradição nas áreas rurais de Bonfinópolis de Minas. O grupo de homens, mulheres e crianças à cavalo é a principal atração dos encontros. Além de comidas típicas e muito forró.

    Igrejinha das Lajes

    A comunidade fica cerca de 40 quilômetros afastada do município. Muita gente enfrentou a distância e a estrada de chão para aproveitar a festa e confraternizar entre amigos e familiares. No caminho, o público passou pela Igrejinha da Comunidade das Lajes e depois almoçou no Rancho da Lagoa – outra comunidade. Só no meio da tarde é que cavaleiros e o público partiram para a Comunidade Caldeirão, onde a festa começou à tarde e foi até o fim da noite.

    Início da festa no galpão

    A novidade esse ano na festa é o galpão, construído em parceria entre a Câmara Municipal e a Prefeitura. Os festeiros já puderam aproveitar o espaço para dançar e curtir a festa com mais conforto. A estrutura custou R$ 15 mil, recurso destinado pela gestão da vereadora Lívia Matos na presidência da Câmara Municipal. A parceria também possibilitou um melhoramento nas estradas de terra, que dão acesso à comunidade.

     

    O prefeito Donizete Antônio, a vereadora Lívia Bezerra numa self com parte do público do evento

    O prefeito Donizete Antônio dos Santos participou da festa e fez a entrega do galpão, juntamente com os vereadores Lívia Matos, José Lúcio e Geraldo de Henrique. A secretária de Patrimônio, Nilvésia Brandão e o secretário de obras, Carlos Braga também participaram do evento. As comunidades de Santo André e Santa Maria também irão inaugurar cada uma, um galpão nos mesmos moldes, durante as cavalgadas deste ano.

     

     

    Integrante da Comitiva Os Bão de Pinga

    A participação das comitivas tornam as cavalgadas ainda mais animadas. Nessa Cavalgada do Caldeirão, oito grupos marcaram presença: São as Comitivas Espora de Ouro da Comunidade Santa Maria, Grupo Amigos da Lagoa, Sem Nóis Sem Festa, Os Bão de Pinga, Sistema Bruto, Os Ferreira, Boiadeiro de Palavra, Botelho e Amigos.

    Sorteio de prêmios

    Dois dos sorteados da festa

    Depois da chegada dos cavaleiros na Comunidade Caldeirão, o clima de confraternização e brincadeira tomou conta do público. Foi a vez do sorteio de prêmios. Arreios, celas, bonés, acessórios femininos e outros artigos foram entregues para cada ganhador. Todos os itens são presentes dos comerciantes local. O carro de som foi fornecido pela Sound Car de Unaí (MG).

    Tradição

    Essa foi a primeira cavalgada do ano. Uma série desses eventos está programada para acontecer. Já tem encontros agendados até setembro de 2019. Entre eles, a IX Cavalgada do Riacho das Pedras, em 4 de maio e a 3ª Cavalgada da Matinha, em 1º de junho. Segundo a vereadora Lívia Matos, os valores arrecadados com a venda de petiscos e bebidas nas cavalgadas são entregues à comunidade.

    O amor pelos cavalos e pelas tradições sertanejas é passado de pais para filhos

     

     

    A vereadora Lívia Matos mediou a festa e a entrega dos prêmios
    O Grupo de dança Galaxy country vei de Brasília para se apresentar da festa


    Sobre Ana Paula Oliveira
    Jornalista formada em Brasília tendo a Capital Federal como principal cenário de atuação nos segmentos de revista, internet, jornalismo impresso e assessoria de imprensa. Infraero, Engenho Comunicação, Portal Fato Online e Câmara em Pauta, Revista BNC, Assessoria de Comunicação do Sesc-DF, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Rádio Nacional da Amazônia e Jornal GuaráHOJE/Cidades são algumas das empresas nas quais teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos renomados nomes do jornalismo no Brasil, e não perdeu nenhuma chance de aprender com esses profissionais. Na televisão, atuou na TV local de Patos de Minas em 2017, além de experiências acadêmicas.
    Ana Paula Oliveira nasceu em Bonfinópolis de Minas e foi morar em Brasília aos 14 anos e retorna à cidade natal em 2018. Durante os 20 anos em que passou na capital, a bonfinopolitana não desperdiçou as chances de crescer como pessoa e também como profissional, com garra e determinação. Além disso, conquistou algo não menos fundamental na sua caminhada: amigos. Isso mesmo. Para a jornalista não ter verdadeiros amigos significa ter uma vida vazia. E, com certeza, esse é um dos seus objetivos, fazer novos amigos nessa nova jornada da vida..

    Destaques

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    redes sociais

    0FãsCurtir
    0SeguidoresSeguir

    RECENTES